O Engenheiro Químico da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Elmo Rowe Junior, e a Engenheira Ambiental, Keila Kochem recepcionaram, na terça-feira (17), os gestores do município de Francisco Beltrão para uma visita técnica ao Aterro Sanitário e também a Usina de Geração de Energia, através do biogás.

O Secretário do Meio Ambiente de Francisco Beltrão, Adriano Roberto David e sua equipe conheceram a operacionalização de recebimento dos resíduos e a produção da energia.

Distante 20 km do centro da cidade, o Aterro sanitário de Cascavel está localizado em uma área rural, no Distrito do Espigão Azul.

Ele foi construído com todos os dispositivos de drenagem de gás, de chorume e águia pluvial.

Todo o chorume é tratado, recirculado para áreas que foram encerradas. Seu grande diferencial é a usina de produção de energia gerada através do biogás e produzido pela decomposição dos resíduos.

Atualmente, 20 próprios públicos (escolas, unidades de saúde, praças e sede administrativa da Secretaria do Meio Ambiente) recebem a energia gerada pela Usina do Aterro Sanitário. Isso representa uma economia de mais de 65 mil reais todos os meses para os cofres públicos.

Em 2017, a energia produzida pela Usina passou a ser compensada com a conexão do sistema de geração com a distribuição da Copel. Este ano, o Município está investindo mais de 690 mil reais no processo de ampliação da usina, através da instalação de novas linhas de transmissão, o que pode dobrar o número de unidades consumidoras atendidas.

No Ecoponto do Bairro Brasília, a Engenheira Ambiental, Keila Kochem, acompanhou os gestores e apresentou toda a operacionalização do sistema, que tem a parceria do Itaipu Binacional. Hoje, a Associação ACAMAR, selecionada por meio do chamamento público, conta com a colaboração de 20 trabalhadores de valorização de material reciclável.

“As visitas técnicas são extremamente importantes para o município, pois nos mostra que estamos no caminho certo no tema da sustentabilidade e oportunizando aos demais gestores municipais, a importância do trabalho entre a população, na  separação dos resíduos gerados, o trabalho da coleta seletiva, e assim contribuindo  com a vida útil do Aterro e na geração da energia limpa”, salientou o Engenheiro Químico, Elmo Rowe Junior.