Os dez veículos que compõem a frota do Programa "Reciclar é Preciso" da Secretaria de Meio Ambiente, que fazem a coleta seletiva e de volumosos pela OT Ambiental, receberam rastreadores e serão monitorados pela Secretaria de Planejamento e Gestão, por meio do Departamento da Frota do Município. A medida foi determinada pelo prefeito Leonaldo Paranhos, diante de várias denúncias e reclamações de que o volume de recicláveis que chega ao Ecolixo para alimentar o trabalho das cooperativas de catadores está aquém do potencial da cidade.

"Nós temos a possibilidade de reciclar pelo menos 40% dos materiais recolhidos e não está chegando a 4%. Alguma coisa está acontecendo de errado. Sabemos que há atravessadores que estão recolhendo o material antes da chegada dos caminhões do programa, mas já estamos também tomando medidas para coibir esta prática. Contudo, se temos uma licitação do lixo, temos que cobrar da empresa", afirmou o prefeito.

Em tempo real

A OT Ambiental já faz o monitoramento da frota e repassa, mensalmente, um relatório para o Município. Agora, com a instalação dos equipamentos próprios, da empresa que presta o serviço para o Município – a RNK Tracker – será possível ter acesso em tempo real de cada veículo, além de relatórios diários e mensais para um comparativo.

De acordo com o gerente do departamento técnico da RNK Tracker, Leanderson W. de Oliveira, o acesso aos dados é online e pode ser feito via celular ou computador. Por ele é possível saber o momento em que o veículo é ligado e desligado, quando está em movimento ou parado, marca a quilometragem rodada e a velocidade alcançada.

Gabinete

Este controle pode ser feito também diretamente do gabinete do prefeito, que tem acesso à frota do Município e também ao videomonitoramento das UPAs, dos postos de saúde e das unidades escolares e demais pontos monitorados da cidade.

"Também já estamos estudando a possibilidade de colocar um sistema de chip nos carrinhos dos coletores, que está em análise pela Fundetec", explicou Paranhos.