O show “Fronteiras Mais ao Sul” é uma verdadeira celebração à diversidade e à riqueza do cancioneiro do Cone Sul. Voz, violão e acordeom soam em homenagem ao percurso histórico de grandes compositores da música popular regional com muitas milongas, zambas, chacareras (Argentina) e tangos.

Em Cascavel, o show integra a programação do Dia Nacional da Construção Social, evento do Sinduscon Oeste, neste sábado, no Centro de Convenções e Eventos de Cascavel, às 15h, como uma iniciativa do Sesi Música.

Juliane Baseggio (na voz), Paulo Octávio de Mello (no violão) e Diego Guerro (no acordeom) estarão à frente da celebração promovida pelo show “Fronteiras Mais ao Sul”.

De acordo com os músicos, o repertório inclui canções de autores argentinos de importância histórica, entre eles o bandoneonista e compositor Astor Piazollo; a cantora Mercedes Sosa – uma das mais famosas na América Latina; o cantor argentino Jorge Fandermole; e o cantor e compositor uruguaio Jorge Drexler.

A performance do trio contrasta o clássico com o contemporâneo e une o urbano, o rural e o nativista. “Reforçamos a ideia de que as fronteiras geográficas são linhas imaginárias e que, muito mais do que segregar, podem iluminar as diferenças e

Serviço

O que: Show “Fronteiras Mais ao Sul”, em Cascavel

Quando: dia 18 de agosto, às 15h

Onde: Centro de Convenções e Eventos de Cascavel, Rua Fortunato Bebber, 987 – Jardim Gramado, Cascavel

Quanto: entrada franca (espaço sujeito a lotação)

Classificação: livre