Foz registra a sexta morte por dengue

Foz do Iguaçu contabiliza 23.791 notificações e 11.902 casos confirmados da doença, de agosto do ano passado até agora

A Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica, registrou o sexto óbito por dengue em Foz do Iguaçu. A informação consta no Boletim Epidemiológico publicado nesta terça-feira (05).

Quando usar máscara de pano

A vítima é uma mulher de 57 anos, que possuía sequelas de um acidente vascular cerebral (AVC), histórico de epilepsia e déficit neurológico. A paciente deu entrada no sistema de saúde no dia 1º de abril com febre, vômito e diarréia. O quadro evoluiu rapidamente e ela faleceu no dia 4 do mês passado. A confirmação para dengue foi atestada pelo Laboratório Central do Estado (LACEN). A paciente também passou por exame para detectar covid-19, cujo resultado foi negativo.

De acordo com o boletim, Foz do Iguaçu contabiliza 23.791 notificações e 11.902 casos confirmados da doença, de agosto do ano passado até agora.

Perfil

O perfil dos óbitos por dengue em Foz do Iguaçu e que também seguem o mesmo retrato na maioria do país é de idosos e pessoas com comorbidades. Neste ano, a doença também se transformou em epidemia em toda a América Latina. As condições climáticas, a falta de conscientização e a resistência do mosquito Aedes aegypti estão entre os fatores para os altos números.

Pico

Os gráficos da doença apresentam declínio nas notificações, mas a cidade continua em níveis epidêmicos. Ao mesmo tempo que intensifica as ações de fiscalização e vistorias, a SMSA reforça o pedido à população para que realize a limpeza dos quintais, onde estão localizados cerca de 80% dos criadouros do mosquito.

Mosquito da dengue nas áreas externas


Fale com a Redação

15 − sete =