Foz deve receber R$ 1 mi em aporte à saúde pública

O anúncio acaba de ser feito pelo diretor da 9ª Regional de Saúde, Ademir Ferreira, em entrevista à rádio Cultura, de Foz

Foz – A comunidade de Foz do Iguaçu acaba de receber uma boa notícia. Em meio a um dos períodos políticos mais turbulentos dos seus mais de cem anos, o município conseguiu viabilizar repasse de R$ 1 milhão para atenções emergenciais da área da saúde pública. O anúncio acaba de ser feito pelo diretor da 9ª Regional de Saúde, Ademir Ferreira, em entrevista à rádio Cultura, de Foz. O dinheiro virá em um momento importante, principalmente diante das dificuldades do setor, um dos quais chegaram a abastecer um esquema de corrupção montado na administração pública municipal.

brde1

O repasse do dinheiro foi sinalizado durante encontro de Ademir com representantes da Secretaria de Estado da Saúde, em Curitiba. Ademir Ferreira informa que o aporte é correspondente a uma resolução conquistada por Foz em 2015. “O pagamento deveria ser feito em sete parcelas, mas, por questão burocrática, o município não havia retirado o valor de aproximadamente R$ 1,5 milhão”. Ainda segundo o diretor, já foi encaminhada a planilha de custos, prestação de contas e outros documentos necessários para retirar o aporte. “Tudo já foi aprovado”, afirma o diretor.

Mais apoio

Ademir adiantou que recebeu informação de que a prefeita em exercício, Ivone Barofaldi, tem a intenção de anunciar o Decreto de Urgência no setor. Se isso acontecer, segundo o chefe da 9ª Regional de Saúde, o município deverá receber mais recursos, além disso, também deve obter todo o planejamento de como esse dinheiro deverá ser aplicado.

“Estamos preparando um processo para que, até o fim do ano, o Ministério da Saúde consiga aportar mais recursos ao município de Foz do Iguaçu. Ainda não se pode criar expectativa. É preciso entender que o apoio do Estado é importantíssimo para conseguir mais ações junto ao Ministério da Saúde e buscar normalizar o problema”, diz Ademir Ferreira.


Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação