Rio de Janeiro – O Pleno do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) realizou sessão na manhã de ontem com oito processos na pauta. Dois deles foram destaques: o que decidiu pela não paralisação do Campeonato Brasileiro, conforme pretendia o Flamengo, e o recurso do FC Cascavel contra a decisão do TJD do Paraná sobre a retirada de seis pontos na tabela de classificação do Campeonato Paranaense de Futebol.

Os auditores entenderam, por unanimidade, que o clube cascavelense não tem razão e permanece com a mesma pontuação na primeira fase do campeonato, o que mantém a normalidade da competição, que já está nas semifinais.

 

Entenda

A irregularidade aconteceu na partida contra o Paraná Clube, disputada em Toledo, e que teve a vitória do FCC por 1 a 0. Na relação de atletas inscritos para a partida, constava o goleiro João Pedro, que não mantinha vínculo profissional com o time, o que fere o artigo 65 do RGCP (Regulamento Geral de Competições Profissionais): “É vedada a participação de atletas não profissionais nas competições regidas pelo RGCP, independentemente da idade”.

Crédito: Felipe Fachini/FCC