FAG – Projeto inovador prevê reduzir desperdício de alimentos na merenda escolar

A Indcard apresenta uma metodologia de gestão gastrossustentável de boas práticas na produção de alimentos

O projeto Indcard, desenvolvido pela professora do curso de Nutrição Adriana Martins e parceiros, foi uma das 30 startups classificadas pelo Programa Municipal de Inovação, da Prefeitura de Cascavel, através da Fundetec, em parceria com o Sebrae e a Acic Labs, que tem como objetivo estimular a criatividade, a inovação e o empreendedorismo, viabilizando recursos financeiros, capacitações e suporte operacional.

Quando usar máscara de pano

A Indcard apresenta uma metodologia de gestão gastrossustentável de boas práticas na produção de alimentos, com a finalidade de reduzir o desperdício de alimentos preparados na merenda escolar, promovendo a otimização dos recursos de logística. Com a aplicação de IA (Inteligência Artificial), contribuirá em todo o processo do planejamento da merenda escolar, desde a elaboração do cardápio até a análise das sobras. Esses dados serão computados pelo software e facilitará a tomada de decisões para correção de valores nutricionais, consumo e aceitação de cardápios. “O diferencial do projeto no módulo, com IA [inteligência artificial], auxiliará na tomada de decisões promovendo a adequação do planejamento da produção da merenda/refeições de forma mais assertiva”, frisa a professora.

O desperdício de alimentos tem impacto mundial, tanto que uma das metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, para cumprimento da Agenda 2030 da ONU (Organização das Nações Unidas), é justamente reduzir esse problema. “A ONU estima que 30% de toda a produção de comida no mundo seja perdida, contabilizando toda a cadeia, ou seja, desde a produção até chegar ao consumidor final”.

A startup seria uma ferramenta de gestão da merenda em Cmeis e escolas municipais, atendendo os parâmetros do Pnae (Programa Nacional de Alimentação Escolar).

De acordo com as pesquisas de Adriana, seria possível economizar cerca de R$ 3,91 milhões, valor estimado no desperdício de 726 toneladas de alimentos, por ano.

O projeto foi apresentado durante um evento da Prefeitura de Cascavel, no fim de abril, sobre a retomada da economia da cidade.

Adriana e equipe receberam um certificado de destaque.

A Indcard agora segue para a próxima fase, que será um período de consultoria e capacitação. Uma nova defesa acontecerá no fim de julho, quando as dez startups vencedoras serão anunciadas. O programa de inovação investirá R$ 300 mil para impulsioná-las.

Mosquito da dengue nas áreas externas


Fale com a Redação

dezesseis + 2 =