Curitiba – O horário eleitoral gratuito em rádio e TV começa dia 31 de agosto e nos diretórios partidários a corrida é na gravação e na edição do conteúdo, que precisa estar pronto já na próxima semana. Mas uma nova exigência do TRE-PR (Tribunal Regional Eleitoral) do Paraná acendeu alerta no caixa dos partidos.

Isso porque o tribunal quer que os partidos entreguem às emissoras de rádio e televisão os programas gravados em uma mídia física de alta resolução. O que custa caro, especialmente para candidatos de siglas menores.

Na segunda-feira, em reunião no TRE para confirmação da distribuição do horário eleitoral, os representantes dos partidos receberam a informação de que as emissoras de TV recusaram a responsabilidade de enviar os arquivos às filiais no interior do Estado.

O problema, segundo os partidos, é que isso deve gerar gastos significativos, já que cada programa de TV deve ser gravado em um disco óptico do tipo “XDCAM” e entregue em individualmente em 46 geradoras do Estado. O custo unitário para enviar o disco ficaria entre R$ 100 e R$ 500, com base preços de mercados de varejo na internet, segundo estimativa dos partidos. Alguns dos discos são regraváveis, mas isso não anularia o gasto logístico para entrega dos programas.

Considerando a periodicidade e a rotatividade dos programas, o custo da campanha a governador pode custar meio milhão de reais. Isso sem contar o custo da entrega dos discos.

Divisão do tempo

O plano de mídia da campanha eleitoral no Paraná deve ser concluído após reunião nesta sexta-feira, quando será definido o tempo de cada coligação.

Em 35 dias, de 31 de agosto a 4 de outubro, no primeiro turno, os programas eleitorais na TV à tarde vão ao ar às 13h e à noite às 20h30; e no rádio, às 7h e ao meio-dia. Programas de candidatos ao governo, Senado e Assembleia Legislativa vão ao ar segundas, quartas e sextas. Presidência da República e Câmara Federal às terças, quintas e sábados. No total, incluindo as inserções, são 70 minutos todos os dias, de segunda a domingo. As inserções são de 30 e 60 segundos, e devem ser veiculadas entre 5h e às 24h.