O Governo do Estado autorizou nessa sexta-feira (05), o aumento no repasse de custeio ao Hospital Moacir Micheletto, em Assis Chateaubriand, no Oeste. Anteriormente, o hospital recebia R$ 180.542,84 mensais para prestação de serviços. Agora, o valor deve chegar a R$ 436.339,39 por mês, em um contrato com vigência de 60 meses, somando um investimento total de R$ 15.347.793,00.

“Este hospital foi extremamente importante na fase crítica do enfrentamento à Covid-19 aqui na Região”, disse o secretário estadual da Saúde, Beto Preto, ao assinar o contrato de liberação do custeio para a unidade. “Agora estamos aumentando o custeio para ampliar o atendimento e acesso da população neste serviço. Este novo repasse representa o compromisso do Governo Ratinho Junior em encurtar distâncias e atender perto da casa das pessoas”.

Os novos valores vão permitir a ampliação na programação da média complexidade, inclusão da alta complexidade, além de aumento na média complexidade ambulatorial.

O prefeito de Assis Chateaubriand, Valter Aparecido Souza Correia, falou sobre a importância do investimento do Governo do Estado. “Este hospital fortalece as regionais de saúde, e com o apoio do Estado e dos consórcios conseguiremos avançar ainda mais no atendimento deste hospital que ajuda tanto a população aqui na Região Oeste”, disse.

Para atendimento na pandemia, o hospital ampliou a capacidade da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de 10 para 28 leitos, servindo como retaguarda para toda a Macrorregião Oeste.

“Este Governo tem quebrado paradigmas e aqui em Assis Chateaubriand não é diferente. O hospital é resolutivo, tem uma equipe eficiente, importante e competente e esta ampliação irá reforçar a regionalização da Saúde”, afirmou o secretário estadual da Administração e Previdência, Marcel Micheletto

(AEN)