Havana – O número dois do governo de Cuba, Miguel Díaz-Canel foi o único candidato a se apresentar para suceder a Raúl Castro na presidência do país, anunciou ontem a Assembleia Nacional do país.

A postulação de Díaz-Canel foi lida por uma deputada porta-voz da comissão de candidaturas. O deputado afro-cubano Salvador Valdés Mesa foi apresentado como candidato para ocupar a primeira vice-presidência, cargo atual de Díaz-Canel.

A assembleia também votou ontem a eleição de outros cinco vice-presidentes, um secretário e os 23 membros do Conselho de Estado. O resultado oficial deve ser divulgado hoje, segundo a imprensa oficial cubana.

Díaz-Canel, que completa 58 anos nesta sexta-feira, será o primeiro sem o sobrenome Castro a ocupar o maior cargo do país desde a revolução de 1959, liderada por Fidel Castro e seu irmão mais novo, Raúl.