AGRONEGÓCIO

Diagnóstico Agropecuário do Paraná confirma crescimento de 21% do VBP

21 de dezembro de 2021 às 09:33
Produção de ovos- Granja feliz - 04-2021 Arapongas-Pr Gilson Abreu/AEN
Publicidade

Curitiba – O Deral (Departamento de Economia Rural) da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento lançou ontem (20) a 1ª edição do Diagnóstico Agropecuário Paranaense. A publicação, de periodicidade anual, reúne informações atualizadas sobre 34 produtos agropecuários e as exportações. O documento pode ser acessado no site da Seab.

O objetivo é dinamizar a apresentação dos dados sobre a agropecuária e espacializá-los por meio de mapas. Assim, será uma ferramenta importante para os técnicos do setor e para subsidiar pesquisas na área. Na publicação foram utilizados os dados do VBP (Valor Bruto da Produção) de 2020, levantamento realizado pelo Deral calculado com base na produção agrícola e nos preços recebidos pelos produtores dos 399 municípios do Paraná.

Outras fontes do material incluem as pesquisas da PPM (Produção Pecuária Municipal), da PAM (Produção Agrícola Municipal) e da PEVS (Pesquisa da Extração Vegetal e da Silvicultura) do IBGE; do Sistema de Estatísticas de Comércio Exterior do Agronegócio Brasileiro do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; e do Acompanhamento da Safra Brasileira da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento).

A elaboração do documento foi coordenada pela economista do Deral, Larissa Nahirny, pelo técnico Pedro Guglielmi, com apoio direto da residente técnica e economista ecológica Débora Stefane Souza, e colaboração de demais residentes técnicos do Departamento de Economia Rural.

 

POTENCIAL

Entre as potencialidades do agronegócio paranaense estão a produção diversificada e especializada, a integração dos setores, a disponibilidade tecnológica promovida pela pesquisa e assistência técnica e extensão rural, o associativismo e o cooperativismo, assim como a promoção de políticas públicas de estímulo à produção e uso adequado dos recursos naturais.

Em 2020, o VBP cresceu 21% e alcançou R$ 128,3 bilhões. O Paraná foi o segundo maior produtor de grãos e o terceiro maior exportador do agronegócio do Brasil. “Tais dados evidenciam a importância do setor agropecuário para nossa economia e de uma ampla e organizada base de dados para estudos adicionais”, diz o chefe do Deral, Salatiel Turra. “Este material vem para subsidiar toda e qualquer necessidade de informação do agronegócio paranaense que o público, de modo geral, necessita”.

 

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE