Dia Internacional do Idoso: cuidados na terceira idade

Estimativas dão conta que, em 2026, o Brasil será o sexto país do mundo em número de idosos.   Leia Mais

O Dia Internacional do Idoso é celebrado no dia 1º de outubro. De acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), existem cerca de 23,5 milhões de brasileiros na terceira idade. Estimativas dão conta que, em 2026, o Brasil será o sexto país do mundo em número de idosos.

Toledo – Coronavírus – Ligue

Mas se engana que falar de idoso é só sinônimo de dores, doenças e outros problemas. Pelo contrário. Eles vivem cada vez mais e com muito mais qualidade de vida. E, é claro, além dos cuidados internos, preocupam-se com a aparência.

Com o avanço da idade, os sinais naturais do envelhecimento são inevitáveis, e então muitos se deparam com um descompasso entre a aparência e o estado de espírito. Muitos “anciãos” se olham no espelho e não enxergam por fora a jovialidade que sentem por dentro. E buscam ir atrás de corrigir isso.
Dados recentes da SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) revelam que em 2018 quase 36,3% das pessoas que realizaram cirurgia plástica tinham mais de 55 anos. Por ano, essa faixa etária representa em torno de 70 mil a 80 mil cirurgias realizadas para fins estéticos.
Segundo o cirurgião plástico Marco Cassol, dentre os procedimentos mais procurados estão a ritidoplastia, que é capaz de corrigir rugas e flacidez facial, além da aplicação de toxina botulínica (botox), que atenua temporariamente as linhas de expressão. “É importante salientar que o cirurgião plástico trabalha dentro das possibilidades clínicas do paciente com o objetivo de atender suas expectativas sem expor a sua saúde”, afirma o cirurgião.

Autoestima

Uma pele envelhecida não encurta o tempo de existência de uma pessoa, mas certamente afeta a qualidade de vida, devido ao impacto psicológico do envelhecimento. Nesse contexto, o surgimento de sinais na pele pode, em muitos casos, desencadear uma alteração da autoimagem, da autoestima e, até mesmo, induzir um quadro depressivo em pessoas da terceira idade.

A autoestima é fundamental para a motivação e a satisfação pessoal. E o procedimento estético acaba por contribuir nesse caso, ajudando o idoso principalmente no resgate da sua identidade e a consequente melhoria da autoconfiança. “O procedimento estético, agregado às atividades rotineiras, à união familiar e à realização de atividades físicas, levam as pessoas da terceira idade ao bem-estar geral. Os idosos se sentem mais felizes e ativos no dia a dia. O autocuidado com a beleza como estratégia de valorização da autoestima na terceira idade é muito relevante para a manutenção da qualidade de vida”, conclui Cassol.

fonte: www.marcocassol.com.br


Dicas preciosas para quem chegou aos 60

Você provavelmente já ouviu a frase “somos o que comemos”. Os alimentos que comemos e a forma como os preparamos afetam as células do nosso organismo, o funcionamento dos nossos órgãos e produz consequências para a vida inteira. Chegar à terceira idade em boa forma começa com uma boa alimentação.

O ômega 3 é um tipo de gordura poli-insaturada benéfica para o organismo. Substância presente em alimentos de origem vegetal como linhaça, espinafre, rúcula, soja e em alimentos de origem animal como salmão, sardinha, atum e gema de ovo, o ômega 3 possui propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, importantes para o funcionamento de órgãos importantes, como o cérebro. Ingerindo alimentos fontes de ômega 3, além de uma pele viçosa você também será um idoso com boa memória e humor.

Frutas como laranja, maçã, morango, kiwi, ameixa, uva e acerola possuem propriedades antioxidantes, além de fornecerem ao organismo vitaminas, fibras e sais minerais. Os antioxidantes protegem as células do corpo contra os radicais livres e contra o envelhecimento precoce.

O organismo fica cada vez mais suscetível à desidratação, a pele também perde água e tende a ficar mais ressecada e com aparência flácida. É muito importante que o idoso se mantenha hidratado. Beber bastante água é fundamental para melhorar a aparência da pele na terceira idade.

Cosméticos

Recomenda-se usar loções hidratantes à base de vitaminas A, E, ureia e colágeno no rosto e no corpo, de uma a três vezes ao dia. Evite tomar banhos muito quentes e prefira sabonetes hidratantes.

A pele madura necessita de cuidados especiais e para essa faixa etária, por isso, depois dos 60 anos, a pele fica mais fina e seca e recomenda-se o uso de bases e corretivos líquidos, que se espalham melhor. Evite o pó.

Pode corrigir a sobrancelha com lápis de olho ou sombra marrom. Manter a sobrancelha em dia é essencial para o rejuvenescimento do rosto. Rímel para alongar os cílios e delineador para olhos destacam o olhar, com uma observação: em casos de bolsas abaixo dos olhos, destaque somente a parte de cima dos olhos (pálpebras).

Batons de efeito mate nos lábios e com tonalidades mais suaves rejuvenescem o rosto. Fuja do gloss e de batons cremosos.
E, claro, tintura nos cabelos. Tonalidades muito escuras tornam o visual mais pesado, enquanto tons mais suaves podem te deixar mais alegre.

Mosquito da dengue nas áreas externas

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação