Faleceu nesta quarta-feira (09), Deonildo José, assessor do deputado Marcio Pacheco vítima de complicações pela covid-19.

O deputado Marcio Pacheco (PDT) emitiu uma nota lamentando a morte do assessor, confira a nota na íntegra:

É imensa a dor da tua partida, meu irmão. As lágrimas já se apresentaram no meu rosto com a notícia do teu falecimento.

Meu irmão, você esteve ao meu lado, desde o primeiro dia em que tomei posse na Política como Vereador/Presidente da Câmara de Cascavel no dia 01 de janeiro de 2013. Foi uma grande caminhada. Uma bonita caminhada. Você viveu ao meu lado as emoções de todo esse tempo, de todas as campanhas. E Faço aqui o justo registro de que, enquanto esteve ao nosso lado, você cumpriu com exímia a tua missão.

Para nós que acreditamos no ceu, é imensa a minha alegria por saber que antes do Covid se apresentar, você estava rezando conosco no nosso Encontro de Oração. E depois que o Virus se apresentou, mas enquanto você estava bem, participou de todos o Terços da Misericórdia que nos propusemos a rezar todos os dias às 03h da madrugada pela recuperação de todos da nossa Equipe que também estavam com a doença. E quando você precisou ser intubado, nós continuamos rezando por você todos os dias, como já vínhamos fazendo. Então, para nós que acreditamos no ceu, fica a segurança, a confiança e o consolo de saber que você está em um bom lugar e que um dia, com a Graça de Deus, nos reencontraremos.

Fica a saudade e os inesquecíveis bons momentos de recordação: do aniversário que fizemos pra você na Câmara, dos almoços aqui na minha casa e de inúmeras outras comemorações e confraternizações juntos.

Fica também o sentimento de sincera gratidão. Gratidão a você por toda sua amizade, todo seu carinho, toda sua lealdade, toda sua disponibilidade para estar ao meu lado. Gratidão a Deus pela oportunidade graciosa de ter tido a tua amizade.

Certa vez, um Padre me disse: quando alguém que a gente ama (pai, mãe, irmão, amigos…) se vai, a gente lastima e muitas vezes só consegue ver a “perda”. E às vezes até questionamos: “por que Deus tirou essa pessoa de mim?” Mas, nesse momento, é importante nos damos conta de que, se amávamos a pessoa que partiu é porque aquela pessoa era uma pessoa boa, maravilhosa. E Deus nos deu a Graça de tê-la ao nosso lado por tanto tempo; Deus permitiu que aquela pessoa convivesse conosco (às vezes muito tempo) e nos trouxesse tantas alegrias.

Então, Vivemos nesse momento a dor do luto pela tua partida, meu irmão Deonildo. Mas, ao mesmo tempo, é imensa minha gratidão a Deus pela Graça que Ele nos deu de ter permitido que você tenha feito parte da nossa vida. Fizemos de tudo o que estava ao nosso alcance, rezamos e queríamos muito a tua recuperação; mas também sabíamos que você estava sofrendo muito. Então, meu irmão, você cumpriu a tua missão; vai com Deus e descanse em paz!

Minhas mais sinceras condolências e solidariedade à sua mãe, filhos e toda a família!

 

Via: Assessoria Marcio Pacheco (PDT)