CT do Fluminense é invadido por bandidos, que trocam tiros

CT_flu.jpg

brde1

O Centro de Treinamento do Fluminense, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, foi invadido por homens armados nesta sexta-feira. Os bandidos renderam os seguranças do clube e depois trocaram tiros com a polícia no local, que recebeu há dois meses o primeiro treinamento do time profissional do Fluminense.

De acordo com nota divulgada pelo clube, os dois seguranças foram agredidos pelos bandidos, mas foram levados ao Hospital Lourenço Jorge e não correm perigo. Devido à presença de câmeras no CT, a polícia foi acionada e um dos bandidos foi preso.

Segundo o Fluminense, não foi possível confirmar ainda quantos homens participaram da ação. O clube informou que nada foi levado do CT, que fica próximo à Cidade de Deus, comunidade que conviveu com vários tiroteios entre bandidos e policiais em novembro.

Confira a nota do clube:

“O Centro de Treinamento Pedro Antonio Ribeiro da Silva sofreu uma invasão no fim da tarde desta sexta-feira por bandidos armados – não foi possível precisar quantos eram. Eles renderam os dois seguranças que estavam no local e os agrediram. Como o CT é todo monitorado por câmeras, rapidamente a polícia foi acionada. Ao chegar no local, houve troca de tiros e um dos bandidos foi preso.

Os seguranças feridos foram levados ao Hospital Lourenço Jorge. Eles estão bem, fora de perigo. Nada de mais grave aconteceu. Os bandidos não conseguiram levar nada do CT. Todas as medidas estão sendo tomadas e o Fluminense conta com o apoio e todo o empenho do poder público para que incidentes como este não voltem mais a ocorrer”.


Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação