Muito se fala da importância do lúdico no processo de aprendizagem. Mas apesar de conhecermos a necessidade do brincar para a criança, dificilmente nos damos conta dos motivos que levam essa necessidade para dentro da escola. Noutros tempos as crianças tinham o brincar como algo natural de ser. Porém, ultimamente têm se tornado escassos os espaços de brincadeira, pois cada dia menos a criança tem liberdade em casa, tem menos amigos na vizinhança, tem menos contato com a natureza e com brinquedos palpáveis. É o virtual que toma espaço na vida de todos, tanto nas relações humanas como no fazer das coisas. Assim, a escola se torna um lugar de resgate das coisas “reais”. Ou seja, aquilo que estava se tornando esquecido, como uma brincadeira, como os objetos simples do cotidiano, que usamos quase que no automático, sem perceber o que são, para que servem no seu uso habitual ou alternativo.

Tendo a escola este papel de resgate, faz-se necessário que professores e equipe desenvolvam atividades animadas e diferenciadas, sem tirar com isso o foco do aprendizado. Assim, foi com muita animação que os alunos das turmas do nível 5, acompanhados de suas professoras: Marilene e Maria, foram participar de uma pescaria. Geralmente uma atividade de lazer bem conhecida e apreciada, especialmente pelos "papais", o dia de pesca foi uma tanto diferente dessa vez. No Colégio Santa Maria as turmas participaram de um momento muito animado e que proporcionou também o aprendizado. Foi a "Pescaria das letras do alfabeto". Os alunos usaram objetos alternativos para pescar as letras. Foram utilizados utensílios domésticos como pegadores de macarrão, escumadeiras e espátulas, como se a piscina de letras fosse uma enorme sopa. Após retirarem as letras da água eles relatavam o nome e poderiam até juntá-las para formarem palavras. A atividade foi um sucesso, pois com certeza cumpriu seu objetivo de aprendizagem. Os alunos ficaram tão empolgados que pediram bis.

 

Jogo pedagógico

Outra atividade fruto da criatividade e pesquisa, principalmente utilizando o lúdico, foi desenvolvida em conjunto para entender geometria. Após estudarem em sala de aula sobre sólidos geométricos, os alunos das turmas de 2º anos B e C, do período vespertino, com suas professoras Fátima e Lariana, aprimoraram seus conhecimentos de maneira agradável e lúdica participando do jogo pedagógico "Encaixando Formas." Foi um jogo disputado entre meninos e meninas da turma, em que deveriam identificar e relatar a classificação de vários objetos do dia-a-dia, como: esfera, cilindro, paralelepípedo, cone, cubo, etc. A competição foi disputadíssima, mas o aprendizado que ficou é o que mais importa.

P3F4

((BOX))

Dia do Livro

Para celebrar a passagem do Dia do Livro, a professora Rosangela e seus alunos da Educação Infantil, níveis 2A e 3A, do período matutino, receberam a visita da querida boneca Emília, personagem marcante de Monteiro Lobato. O sucesso foi garantido, "a boneca gente" que tomou pílulas falantes entusiasmou a todos com suas histórias de tagarela.

P3F5