Toledo – A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que investiga possíveis irregularidades na obra do Hospital Regional do Toledo está com os trabalhos suspensos e deve se reunir na próxima sexta-feira (26) para definir os próximos passos.

De acordo com o vereador Ademar Dorfschmidt (PMBD), que faz parte da CPI, a paralisação aconteceu porque o engenheiro civil José Carlos de Jesus, servidor da prefeitura e que atuou como fiscal da obra do HR, foi convocado duas vezes para prestar depoimento mas apresentou atestado médico alegando problemas de saúde e não pôde comparecer à oitiva. “Precisamos ouvir a versão dele sobre as afirmações do engenheiro da Endeal Engenharia de que a execução da obra não seguiu os projetos iniciais aprovados. Só com essas informações poderemos ir adiante na investigação”, explica Ademar.

O vereador afirma ainda que depois desse depoimento é que o relatório da CPI deve começar a ser produzido.

Contudo, Ademar informou que depois de ouvir o engenheiro é possível que o ex-prefeito e recém-eleito deputado federal José Carlos Schiavinato seja convocado para prestar esclarecimentos, já que esteve no comando da Prefeitura de Toledo durante parte do tempo em que a obra foi executada.