VARIEDADES

Como me acalmar quando minha mente travar?

07 de junho de 2022 às 12:24
Publicidade

 

Suas ideias vêm como avalanche em sua mente, mas na hora de começar a executar você trava?
A inspiração fluía até 5min, mas do nada sua fonte secou?
E o relógio vai se movendo, mas você continua parada(o)?

Por mais experiente que você seja no seu trabalho, faz parte da jornada profissional ter momentos de bloqueio ou queda de produtividade. Está tudo bem!
Não temos controle de tudo, mas temos controle das nossas ações em relação a tudo.

Quando as pessoas se sentem bloqueadas, esperam resolver tudo em uma única vez, ou ainda, esperam terminar o trabalho logo e obter o resultado final perfeito na primeira tentativa.
Porém, quando as coisas não correm como planejamos, por vezes, não digerimos bem a situação e pode acabar abrindo uma brecha para um cenário mais sensível.

Stress, ansiedade, burnout são quadros que, infelizmente, são frequentemente vistos e vividos em ambiente de trabalho.

O foco de hoje é a ansiedade e como ela é desencadeada com mais rapidez quando estamos com um bloqueio mental ou esgotamento criativo.
A pressão que por vezes colocamos em nós mesmos pode gerar um maior estado de alerta que pode se tornar prejudicial, principalmente, em cenários de prazos curtos ou grande quantidade de entregas.

Hoje, separamos três dicas para tornar esse peso menos pesado para você:

Organize-se: Dê um passo de cada vez, faça um cronograma realista e condizente com seus limites. Esforce-se para segui-lo. Alterne suas atividades para descansar seu cérebro e não se prender muito tempo em uma mesma área de atividade.
Por exemplo, se seu trabalho exige elaborar tabelas, faça isso, mas depois responda alguns e-mails ou leia os arquivos necessários para escrever algum relatório e depois volte para as tabelas.

Há tempo para tudo, não precisamos correr e com certeza você conseguirá terminar seu trabalho dentro do prazo. E se não terminar, tudo bem também, amanhã você dá o seu jeito.

Faça pausas: troque de atividade e se distraia um pouco. 10-15 min para relaxar fazem muita diferença e ajudam, de certa forma, você a voltar ao controle.
Beba água, escute música, leia um pouco, medite, faça uma oração.
Essas brechas ou pausas são válvulas de escape que nos ajudam a arrefecer a mente em momentos de pressão, sobrecarga, estresses e/ou ansiedade.
Outra dica de ouro é tirar um cochilo, estudos provam que cochilos com 10-20 minutos de duração são os mais eficazes. Promovem o estado de alerta, a sensação de vigor, a precisão e velocidade em tarefas cognitivas. Imagine depois do almoço?!

Converse: pode ser com um colega de trabalho, pode ser com sua melhor amiga ou cônjuge, mas falar com alguém com quem você se sinta à vontade fará com que fique calmo (a) e se sinta seguro (a).
Pequenos momentos de drenagem e fonte de amor são safe spaces que valem muito a pena serem explorados, nem que seja para fazer uma chamada para saber como a pessoa está, com certeza a voz lhe trará a tranquilidade que você precisa naquele momento.

Assessoria Unimble

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE