Curitiba – Mais da metade da população adulta do Paraná já iniciou sua imunização contra a covid-19. Das 8.720.953 pessoas acima de 18 anos no Estado, elencadas pelo Ministério da Saúde, 4.391.838  receberam até essa sexta-feira (2) a primeira dose ou a vacina em dose única – o equivalente a 50,4% do total da população vacinável, termo técnico que designa o grupo geral de adultos.

Além disso, o total de pessoas que completaram a imunização – os paranaenses que já receberam a segunda dose ou a dose única – chega a 15,78% da população vacinável. No total, as Secretarias Municipais de Saúde administraram 5.768.041 imunizantes, sendo 4.391.838 primeiras doses, 1.332.367 segundas doses e 43.836 doses únicas

Os dados são do Vacinômetro do SUS (Sistema Único de Saúde), painel que atualiza em tempo real os dados fornecidos pelos municípios através da Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS).

Com o marco da metade da população vacinada, o Paraná celebra o mês de junho como o melhor desde o início da campanha de imunização, com 1.796.658 doses aplicadas em 30 dias. O número é mais de 320 mil doses superior a abril, que até então tinha o melhor resultado, com 1.470.237 aplicações no período.

Assim, o Paraná avança na meta de aplicar a primeira dose ou dose única em 80% da população-alvo até agosto, e 100% até setembro.

“Desde a semana passada, fizemos uma pactuação com os municípios: os que, na divisão dos grupos prioritários, ficaram com um pouco menos de vacinas, agora recebem um pouco a mais para equalizar. Nossa expectativa e objetivo é que, no dia 31 de agosto, todos os municípios paranaenses batam juntos o sino dos 80% de vacinação, pelo menos na primeira dose da população alvo”, afirmou o secretário da pasta, Beto Preto.

 

Municípios

Em números absolutos, a cidade que lidera a aplicação de imunizantes no Paraná é Curitiba, com 1.031.435 doses. A capital é seguida por Maringá (318.632), Londrina (305.774), Cascavel (175.713) e São José dos Pinhais (140.494). Ponta Grossa, Foz do Iguaçu, Colombo, Paranaguá, Guarapuava, Toledo, Apucarana, Arapongas, Umuarama e Pinhais completam a lista.

 

Fabricantes

A vacina mais utilizada foi a Covishield, da parceria AstraZeneca/Oxford/Fiocruz, com 46,3% do total de doses utilizadas. Na sequência, está a Coronavac, do Instituto Butantan/Sinovac, com 40,1%; a Cominarty, da Pfizer/BioNTech, com 12,3%; e a Janssen, com 1,2%.