COTIDIANO

Com o fim da greve dos professores, aulas serão retomadas nesta sexta

25 de junho de 2015 às 10:42
Publicidade

Cascavel – Os professores dos cinco campi da Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná) vinculados ao Adunioeste (Sindicato de Docentes da Unioeste) decidiram em assembleia, na quarta-feira (24), pelo encerramento da greve que teve dois períodos de paralisações desde o mês de fevereiro, os quais somaram 88 dias.

“Como não se tinha mais o que fazer, decidimos pelo fim da paralisação, porque o governo não atendeu à nossa reivindicação de reposição da inflação”, disse o membro do Adunioeste, Roberto Deitos.

O líder sindical afirma que os professores já estão disponíveis desde hoje para retornar às atividades e sugere que a reitoria da instituição retome as aulas a partir de sexta-feira (26).

“As atividades podem voltar agora e a decisão para ajuste do calendário pode ser feita depois”.

Sobre o prazo que o ano letivo pode se estender na Unioeste, Roberto afirmou que ainda não foi realizado nenhum estudo sobre isso, mas a expectativa é de que as aulas se estendam até o mês de fevereiro.

“O novo calendário será elaborado de acordo com a legislação que prevê os 200 dias e coordenado pela reitoria. Podemos usar recessos estudantis para a reposição quando for possível”.

Hoje é a vez de servidores tanto da Unioeste, como do HUOP (Hospital Universitário do Oeste do Paraná), vinculados ao Sinteoeste (Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino Superior do Oeste do Paraná), decidirem em assembleia, às 14h, no auditório do campus de Cascavel, se retomam as atividades.

(Com informações de Marcelo Machado)

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE