O Teatro Guaíra encerra 2021 com um recorde de público nas redes sociais, alcançando mais de 1 milhão de paranaenses, quase 500 vezes a lotação máxima do Guairão. Somente no Facebook do Teatro foram 1,7 milhão de impressões, além de aumento de 90% na quantidade de comentários no Instagram. Esses números mostram a consolidação do Teatro Guaíra como um dos maiores complexos culturais da América Latina e um dos grandes centros de entretenimento virtual do país. Músicos e bailarinos se reinventaram e passaram a fazer atividades virtuais em função da pandemia de Covid. Com o fim das restrições, os artistas passaram a receber os aplausos presenciais do público no Guairão e em espaços públicos de Curitiba. As ações desenvolvidas estão em linha com a diretriz do governo do Estado de democratizar o acesso à cultura.

Com esses dados, o Teatro atingiu um público maior do que os espectadores presenciais anuais, uma média de 350 mil pessoas. Por isso, paranaenses que nunca tinham tido acesso aos espetáculos da instituição viveram uma inclusão digital cultural. O público assistiu a concertos da Orquestra Sinfônica do Paraná, como a Sétima Sinfonia, de Beethoven, e a coreografias do Balé Teatro Guaíra, como Valsa de Apartamento, sucesso nacional de público e crítica, e Variações sobre a Mesa, esta última indicada ao mais importante prêmio de videodança do mundo, o San Francisco Dance Film Festival.

Os corpos artísticos do Teatro Guaíra reencontram os aplausos presenciais com o projeto Parques e Praças, em Curitiba. O projeto teve o objetivo de levar espetáculos culturais a um público amplo de forma segura e foi uma forma de agradecer aos paranaenses pelo carinho com os artistas durante a pandemia. A primeira apresentação presencial depois de um ano e meio aconteceu na Praça Rui Barbosa, com o Balé Teatro Guaíra dançando Valsa de Apartamento.

Os parques Tanguá e São Lourenço, além das Praças Tiradentes, Generoso Marques e Santos Andrade também foram o palco para o Balé, a Escola de Dança e a G2 Cia. de Dança. O projeto contou ainda com uma parceria com a E-Paraná Conteúdos Estratégicos, que fez o registro dos espetáculos para veiculação nas redes sociais do Teatro. A primeira coreografia será veiculada nas mídias do Guaíra no dia 24 de dezembro. Uma forma de presentear o público.

ORQUESTRA – A Orquestra Sinfônica do Paraná fez a primeira apresentação com público em Cascavel, no Oeste do Estado, para celebrar o aniversário da cidade. O programa também foi tocado em Curitiba, para celebrar a imigração polonesa e contou com compositores dessa nacionalidade. A abertura contou com as participações da cônsul-geral da Polônia, Marta Olkowska, e do secretário de Estado da Comunicação Social e da Cultura, João Evaristo Debiasi.

O Teatro Guaíra celebrou o Dia Mundial do Meio Ambiente em 5 de junho com o lançamento virtual de dois projetos especiais sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A primeira iniciativa é uma série de vídeos do Balé Teatro Guaíra, em que cada bailarino dança um ODS. Já os alunos da Escola escolheram os ODS como temática de discussão durante o ano letivo e apresentaram um vídeo que encerra o primeiro semestre de 2021.

Além disso, o BTG participou de três webinars sobre o tema: com a Universidade do Minho, de Portugal; com a ONG Observatório da Diversidade Cultural, de Brasília; e com a empresa paranaense Sanepar.