Turbulência à vista

Não é de hoje que as companhias aéreas brasileiras pedem prazo – e concedido com generosidade – para repassar à Infraero a taxa aeroportuária arrecadada de passageiros nos terminais administrados pela estatal. O saldo devedor é bilionário, e as empresas ainda apelaram ao governo, no início da pandemia, para crédito suplementar também bilionário nos bancos oficiais em programas a juros baixos. Enquanto isso, passageiros sofrem com “voos paradores” que antes eram diretos em vários trechos (e hoje com as mesmas tarifas ou mais altas), aviões lotados sem distanciamento entre cadeiras, e encaram um prazo de até 12 meses para reembolso de voos cancelados, o que antes, por regra, era de poucas semanas.

 

Checkin feito

Atento a isso, o deputado Filipe Barros (PSL-PR) protocolou na Mesa da Câmara Requerimento de Informações (2012/21) cobrando da Infraero o valor que as companhias devem da taxa aeroportuária aos cofres públicos.

 

Bola na trave

A CBF tem quase dez vice-presidentes que são deputados federais ou políticos aposentados, porém atuantes em Brasília. Nenhum deles fala em parar os campeonatos.

 

Chute na canela

A Coluna antecipou que os departamentos médicos do Congresso Nacional constataram alto índice de contaminação nos parlamentares testados – 7 em cada 10. Nem o presidente da Câmara, tampouco o do Senado, debateram fechar as Casas.

 

Procurando sinal

A TV INES, vinculada à TV Escola da Fundação Roquette Pinto, mantida pelo Ministério da Educação, corre risco de sair do ar por falta de pagamento do sinal de satélite. Até o fechamento da Coluna, o MEC não respondera.

 

Controle remoto

A TV dos surdos-mudos, como é conhecida no Governo, é o canal queridinho da primeira-dama da República, dona Michelle Bolsonaro – tão brava quanto o marido.

 

Alerta no altar 1

A despeito de as igrejas – católicas e evangélicas – serem consideradas atividades essenciais em meio à forte pandemia de covid-19, a direção da CNBB está assustada e em alerta com o alto número de padres contaminados. São 1.390 párocos com covid-19 até ontem, e 65 mortes registradas desde a chegada do vírus ao Brasil.

 

Alerta no altar 2

A Regional Sul 1 (São Paulo) lidera o ranking da Igreja Católica com 168 padres contaminados em tratamento, segundo levantamento da Comissão Nacional de Presbíteros. A Regional Centro-Oeste (Goiás e DF) registra 136 positivados.

 

Timidez

O governo de São Paulo teve atuação tímida de fiscalização no primeiro fim de semana passado com as medidas restritiras. Foram apenas 286 autuações em todo o Estado.

 

Haras Gabigol?

O artilheiro campeão Gabriel Barbosa, do Flamengo, baixou numa fazenda em Muriaé (MG) com amigos, onde ficou dois dias. De folga, avalia investir em cavalos de raça.

 

Gás no tanque

Na alta do preço da gasolina, o presidente da Gasmig, Pedro Magalhães, congelou o preço do gás natural veicular (GNV). Cerca de 40 mil veículos são movidos a gás em Minas Gerais. O preço do metro cúbico está a R$ 3,32 – contra R$ 4,07 do etanol e quase R$ 5,50 da gasolina. “Com 50 reais em GNV, o motorista percorre 200 km”, conta Magalhães, cintando a vantagem: “e 96 km com gasolina, ou 90 km com etanol”.

 

Mineirices

Cenas do confinamento. Um jornalista mineiro não aguentou a saudade de comer um pão com linguiça, dia desses, em BH. Saiu com a filha atrás de lanchonete, e foi parar em Ouro Preto. Dirigiu 97 km em quase duas horas. Mas encontrou o sanduíche.