Coluna Esplanada do dia 27 de setembro de 2019

Olho neles

Eleitos presidente e vice-presidente do Conselho de Ética, os senadores Jayme Campos (DEM-MT) e Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) são alvos de processos na Justiça. Levantamento da Coluna mostrou, dias atrás, que, além de Campos e Vital do Rêgo, outros cinco parlamentares do colegiado – responsável por investigações contra senadores – são alvos do Judiciário. O presidente Jayme Campos já foi condenado em processo por irregularidades em dois processos licitatórios e o vice, Vital do Rêgo, tem ficha corrida – no STF são três inquéritos – e já foi condenado por improbidade administrativa. “Este não será um conselho de revanchismo”, foi o aviso de Jayme Campos após ser eleito para o comando do colegiado.

Novo líder?

O senador Esperidião Amim (Progressistas-SC) é o cotado para líder do Governo no Senado caso Fernando Bezerra (MDB-PE) sucumba à pressão da investigação na PF.

***Primeiro efeito

Jarbas Vasconcelos largou a mão, por ora, do senador Bezerra para candidato ao Governo de Pernambuco em 2022. Já Raul Henry será lançado à Prefeitura do Recife.

**Oi, gente

Novo morador do Rio de Janeiro desde que saiu da cadeia, o ex-senador Gim Argello reapareceu há dias em Brasília para conhecer uma neta. Mas está recluso em casa.

**Conta tudo

A romaria na casa do filho de Gim no Lago Sul teve José Sarney e os senadores Renan Calheiros e Veneziano Vital. Curiosos para saber sobre o que Gim falou, ou não falou.

Il Padrino

Sabe quem atravessou a avenida do Congresso para o Palácio do Planalto com Augusto Aras, logo após sua aprovação no Senado para procurador-geral da República? Seu padrinho para o cargo, Alberto Fraga, ex-deputado e chefão do DEM no DF.

Peso do…

Alvo de operação da Polícia Federal, o desembargador Siro Darlan, do Tribunal de Justiça do RJ, responde a processo administrativo disciplinar aberto há mais de um ano pelo Conselho Nacional de Justiça. A apuração é sobre suposta venda de habeas corpus pelo desembargador por R$ 50 mil.

… malhete

O processo aponta indícios de que Siro teria vendido, em setembro de 2016, um habeas corpus a Jonas Gonçalves da Silva – um preso cujo advogado de defesa era o filho do desembargador. Procurado pela Coluna, o CNJ não se pronunciou, até o fechamento desta edição, sobre o andamento do processo que se arrasta no colegiado.

Pro espaço

A maioria dos ministros do STF chutou o balde sobre a Lava Jato e abriu brecha para anulação de todas as sentenças de condenação ao rever direitos de tramitação de prazo de defesa. Não quer dizer anulação das provas. Os advogados que tiverem sucesso nas causas terão seus clientes com ações de volta à primeira instância – e tudo recomeça. A Justiça pode condenar novamente, ou não. Mas muito bandido vai voltar às ruas.

Coroinha tarado

A Arquidiocese de Teresina, que soltou nota justificando uma gafe ao curtir foto de modelo seminua no Instagram, culpou um colaborador pelo deslize. Mas se esqueceu de explicar por que segue diariamente a página da beldade nas redes sociais.

Nova linha

O Diário de Pernambuco, mais antigo em circulação no País e agora com novo dono ligado ao governista Luciano Bivar (PSL), abriu na quarta-feira um grande editorial de elogios ao discurso do presidente Jair Bolsonaro na ONU.

Passa o cartão!

Clientes da Stone tomaram um susto com um comunicado da empresa de que vai aumentar a taxa que cobra para cada transação em suas maquininhas. A empresa culpa as bandeiras dos cartões, mas, ao que se sabe, só a MasterCard elevou suas tarifas. Visa e Elo não adoraram essa postura.

 



Fale com a Redação

dez + 17 =