Foram quase duas décadas de espera e de perseverança para que, no início de setembro, a população de Cascavel e região possa contar com o novo Centro de Endoscopia Digestiva do HU (Hospital Universitário) de Cascavel.

Inicialmente, os atendimentos ocorrem entre os pacientes do ambulatório do hospital. A expectativa, segundo o diretor-clínico do HU, Sérgio Luiz Bader, é de que sejam feitos 100 exames por mês e dar vazão a uma demanda antiga, que atendida de forma terceirizada.

“O Centro de Endoscopia Digestiva vem preencher uma lacuna antiga do hospital, que agora tem a parte assistencial muito bem servida. No ensino, o novo espaço também será oportuno, já que os médicos residentes poderão acompanhar a realização dos exames e aprender ainda mais com a equipe responsável”, diz Bader.

Profissionais habilitados

O coordenador-médico do Centro de Endoscopia Digestiva, André Westphalen, afirma que o Hospital Universitário já possui profissionais habilitados para atendimento. “Falta somente a adaptação da sala para a realização dos exames”, explica.

O equipamento, por sua vez, já está garantido, e foi adquirido por meio de emenda parlamentar de R$ 500 mil do deputado federal Alfredo Kaefer (PP), via Ministério da Saúde, e outros R$ 200 mil de contrapartida da Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná).

Em evento ontem no HU, o deputado Kaefer ressaltou que busca mais recursos para auxiliar nos custos fixos do centro.

Mais moderno e gratuito

O novo Centro de Endoscopia Digestiva será equipado com modernos endoscópios que possibilitarão o diagnóstico e o tratamento de inúmeras doenças do aparelho digestivo, como a ingestão de corpos estranhos, hemorragia digestiva (situação de emergência com alto risco de morte), úlceras, gastrites, retocolite ulcerativa, doença de Crohn, diagnóstico, prevenção e tratamento do câncer intestinal e de estômago e tratamento da coledocolitíase (pedras da vesícula que migraram). Os exames serão realizados de forma gratuita.