Cascavel – Com aval da União, que levou em consideração o fato de o Município não ter débitos em atraso ou pendências com a União, além de estar classificado pela Secretaria Nacional do Tesouro na categoria “A” no ranking de capacidade de pagamento, o Senado autorizou Cascavel a fazer nova captação de recursos para dar sequência ao programa que tem como objetivo desenvolver ações que contribuirão para a melhoria da qualidade de vida da população.

De acordo com prefeito Leonaldo Paranhos, Cascavel passou por uma grande transformação nos últimos quatro anos com os programas de investimentos “Cascavel Avança e Avançar Mais”. Agora, com novos recursos será iniciado o “Avançar Mais 2” que, segundo ele, consolida o novo modelo de gestão que posicionou o planejamento da cidade como o quarto melhor do Brasil.

“Cascavel continuará sendo referência para o Brasil com os programas que vamos implantar a partir dessa segunda fase do Avançar Mais. Hoje, somos reconhecidos como a quarta melhor cidade do Brasil em mobilidade e temos uma meta a ser cumprida. Essa meta é ser a primeira cidade do Brasil em mobilidade, sustentabilidade e outras áreas”, disse Paranhos, completando que “um programa de governo para ser bom precisa ir ao encontro das necessidades das pessoas. É isso que estamos fazendo e, por isso, Cascavel tem se destacado e servido de modelo para outras cidades e até estados”.

De acordo com o prefeito, o novo pacote de obras está sendo estruturado e será lançado em breve.

 

Fonplata

A operação de crédito, no valor de US$ 27,5 milhões, será contratada junto ao Fonplata (Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata). O dinheiro será usado para financiar o programa Avançar Mais 2, que tem como foco o desenvolvimento do Município em áreas como saneamento, mobilidade urbana e ações socioambientais. A operação de crédito será feita com garantia da União.

 

Secom