Brasil passa de 58 mil mortes e chega a 1,3 milhão de casos de covid-19

O Brasil é o segundo do mundo com maior número de casos e mortes devido ao vírus, atrás apenas dos Estados Unidos

O Ministério da Saúde informou, no início da noite desta segunda-feira (29), que o Brasil contabilizou 692 óbitos e mais 24.052 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Com isso, segundo o Ministério da Saúde, são 1.368.195 casos confirmados e 58.314 mortes causadas pela doença.

Otica Central

O número é diferente do compilado pelo consórcio de veículos de imprensa, principalmente por causa do horário de coleta dos dados. Conforme o último boletim divulgado pelo consórcio, o total de óbitos é de 58.385 e o de contaminações, de 1.370.488. O levantamento é realizado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL nas Secretarias Estaduais de Saúde desde que o Ministério da Saúde começou a atrasar a divulgação dos boletins e a ocultar dados.

O Brasil é o segundo do mundo com maior número de casos e mortes devido ao vírus, atrás apenas dos Estados Unidos, que possuem cerca de 2,5 milhões de infecções confirmadas e 125 mil óbitos, de acordo com a Universidade Johns Hopkins.

A contagem de casos e mortes por covid-19 no Brasil desacelera nos fins de semana e nas segundas, quando há um atraso nas notificações, e ganha ritmo ao longo da semana, conforme os testes são processados.

O Estado de São Paulo, que desde o início é o epicentro da doença, contabilizou 3.408 novos casos de contaminação e 60 mortes, elevando o total para 275.145 e 14.398, respectivamente.
O Rio de Janeiro vem na sequência da lista de estados mais afetados, com 29 mortes registradas por covid-19 e 585 novos casos da doença no período de 24 horas. Agora são 9.848 mortes e 111.883 casos no total.

Mosquito da dengue nas áreas externas

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação