Apesar de informações ainda preliminares sobre a próxima safra, os dados disponíveis apontam para VBP (Valor Bruto da Produção) no Brasil de R$ 584,6 bilhões para as principais lavouras e pecuária. Esse montante supera em 1,9% em termos reais o de 2018, que deve fechar o ano próximo de R$ 573,87 bilhões. Soja e cana-de-açúcar continuam liderando a relação de produtos analisados no acompanhamento do período em vigor.

Neste ano, de janeiro a novembro, as lavouras apresentaram retração de 1,9% no VBP em relação ao ano passado. Deve haver ainda alguma mudança, mas a safra está praticamente encerrada, adverte o coordenador-geral de Estudos e Análises da Secretaria de Política Agrícola do Mapa, José Garcia Gasques.

As informações fechadas deste ano serão conhecidas no próximo mês de janeiro e a safra em curso vai compor os dados apenas do ano passado.

Um grupo relativamente pequeno de produtos sustentou o VBP do período em curso. Foi o caso do algodão, com aumento de 47% no VBP, cacau (34,9%), café (10,2%), soja (12,5%) e trigo (73 %). Esse grupo beneficiou-se de preços mais elevados ano e também por extraordinário aumento de produção, revela Gasques.

Liderança

Os produtos que lideram a produção são soja, cana-de-açúcar, milho, algodão herbáceo e café geraram 80% do valor das lavouras. Nesse grupo, a soja se destaca com o maior valor gerado, de R$ 143,5 bilhões em 2018.
Outro grupo relativamente grande teve desempenho menor. “E isso deve, em geral à queda na produção e a preços mais baixos”, explica o coordenador. “Como se sabe, a produtividade e os preços têm forte influência no valor da produção. E, por essa razão, esse grupo de produtos teve desempenho inferior”.

Destacam-se no grupo amendoim, arroz, banana, café (arábica e conilon), cana-de-açúcar, feijão, mandioca, laranja e uva. Todos tiveram VBP inferior ao do ano passado. Os produtos da pecuária, como em relatórios anteriores, têm apresentado resultados negativos do VBP, destacando-se carne suína e ovos, com as maiores reduções.

Estados

Entre os estados pesquisados, a liderança do VBP é do Mato Grosso, seguido por São Paulo, Paraná, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, que produziram 59,7% do valor total da agropecuária.