201608161257296507_AP.jpgRIO ? A cada vez que ele aparecia no telão do estádio, mesmo ainda na sala de aquecimento, o público do estádio enlouquecia. Usain Bolt deu sequência na manhã desta terça-feira a seu show particular no Rio. Depois da vitória nos 100m na noite de domingo, ele voltou à pista para as eliminatórias dos 200m e venceu com facilidade sua bateria, fazendo o tempo de 20s28, sem se incomodar com o sol forte. A seu estilo, houve as indefectíveis desaceleradas no final e a olhada para o lado.

Bolt 16-08

Ele disputará as semifinais na noite desta quarta-feira. A final dos 200m, prova da qual Bolt é bicampeão olímpico e recordista mundial (19s19) acontecerá na noite de quinta-feira. Ele já avisou que pretende baixar seu melhor tempo. Seu principal rival, o americano Justin Gatlin, também venceu sua bateria.

Com a presença de Fabiana Murer, que fracassou na eliminatória do salto com vara, o Engenhão recebe nesta terça um público maior do que o da noite de segunda-feira, quando Thiago Braz venceu de forma espetacular o salto com vara masculino.

Bolt fichou o 15º melhor tempo; o rival, apenas o 25º. Em primeira na classificação ficou o medalhista de bronze dos 100m rasos, o canadense Andre de Grasse, com 20s09. Na primeira fase, avançam automaticamente os dois primeiros de cada série. As vagas restantes são preenchidas por tempo.

BRASIL FORA

A torcida pôde torcer ainda por dois brasileiros nos 200m rasos ? mas não foi o bastante para os anfitriões passarem de fase. Jorge Vides chegou em terceiro em sua bateria e cravou 20.50s. Em primeiro, cruzou a linha de chegada o mexicano Jose Carlos Herrera, aos 20.29s. Já Bruno de Barros não largou bem e acabou em sexto, com a marca de 20.59s, enquanto o líder da série, o americano Lashawn Merritt, registrou 20.15s.

O recorde mundial da prova é de 19.19s. Pertence ao raio jamaicano desde 2009. O olímpico, também na conta de Bolt, resiste desde Pequim-2008.