Futuro líder do Governo na Assembleia Legislativa, o deputado Hussein Bakri (PSD) já assumiu a tarefa na prática. Assíduo participante das reuniões do secretariado de Ratinho Junior, Bakri tem ressaltado a importância de uma aproximação maior do Executivo com o parlamento estadual.

Mesmo antes do início do calendário legislativo, em fevereiro, o deputado trabalha para garantir uma base de apoio pra lá de robusta. Cálculos pessimistas indicam 41 deputados, mas tem quem aposte que 48 é o número mágico. Vale lembrar que a Assembleia é formada por 54 deputados.

Começar a gestão com um apoio desses é fundamental para tramitar com rapidez pautas prioritárias, como a reforma administrativa e a aprovação, em redação final, do projeto de lei que trata de Parcerias Público-Privadas (PPP).

A primeira é a base para formalizar a redução do número de secretarias, alterações de atribuições e de orçamento que vão promover a economia e a agilidade que o governo quer implantar.

Já as PPPs vão viabilizar projetos de infraestrutura importantes para o desenvolvimento de todo o Estado e que não têm como ser feitos apenas com recursos do governo.

Nova capital

Cascavel será capital do Paraná dias 7 e 8 de fevereiro. O governo prepara um decreto para instituir a transferência. Nessas datas, o governador Ratinho Junior cumpre agenda na cidade com todo o secretariado. Os eventos serão realizados dentro do espaço do Show Rural, uma das maiores feiras de tecnologia agropecuária da América Latina.

Corte de gordura

O governo prevê uma economia de R$ 500 milhões com a auditoria da folha salarial dos servidores estaduais. O trabalho será feito por uma empresa privada, que será contratada por licitação e terá até seis meses para concluir o estudo. No pacote está a revisão do salário de ativos e benefícios de aposentados e pensionistas. Neste caso, entram inclusive funcionários aposentados de outros poderes. Em relação aos ativos, a revisão da folha deve alcançar órgãos da administração direta e indireta, inclusive universidades que resistem a aderir ao sistema Meta-4.

Otimismo geral

Com emprego em alta e a assunção de novos governos – federal e estadual -, o comércio renova as esperanças de dias melhores. Pesquisa da Fecomércio indica que 73,2% dos empresários paranaenses esperam ter aumento nas vendas neste primeiro semestre. O índice é 21 pontos percentuais acima da pesquisa referente ao segundo semestre de 2018. O indicador não chegava a esse patamar desde 2011.

Novas regras de exportação

A partir desta sexta-feira (25), todos os produtos de origem animal que forem exportados ou importados pelo Brasil terão de ser despachados por apenas 21 pontos do País, conforme determina o Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. No Paraná, fazem parte da lista o Porto de Paranaguá e o Porto Seco de Foz do Iguaçu.

Fim dos lixões

Ratinho Junior quer que o Paraná seja o primeiro estado brasileiro livre de lixões a céu aberto. A meta foi anunciada na posse da nova diretoria da Sanepar. Hoje, 40% das cidades paranaenses ainda convivem com este problema. O governador disse que não admite que ainda existam regiões no Estado onde crianças têm que conviver com falta de saneamento básico.

Ninguém viu

O deputado Rodrigo Maia (MDB-RJ), que concorre à reeleição para presidência da Câmara Federal, teve uma passagem discreta por Curitiba nesta semana. Cumpriu agenda com deputados que formarão a bancada paranaense no Congresso.