A edição 2021 das Mil Milhas Chevrolet Absoluta entra para a história de maneira marcante: 10h6m33s de prova disputada sob períodos de calor moderado, chuva forte e clima temperado.

O MCR 2.1 Duratec do quinteto formado pelos paranaenses José Vilela/Leandro Totti/Eduardo Pimenta Souza/Guga Ghizo/Leonardo Yoshi completou 291 voltas e pequenos problemas para consagrar o empenho dos representantes de uma cidade que tem em outra prova de resistência, as 500 Milhas de Londrina, um dos signos maiores do automobilismo nacional.

Em segundo terminaram Leandro Guerra/Rodrigo di Conti/Marcelo Camacho (Protótipo R1 VW AP 2.0, categoria P4) e, em terceiro, Robbi Perez/José Cordova /Juliano Moro (Protótipo Roco/Ralt Hayabusa 1.4).

A melhor volta da prova ficou com Wellington Cirino, que, a bordo do Tubarão Duratec 2.0 T #32, registrou 1m39s689 na 88ª volta.

 

Crédito: Divulgação