O projeto idealizado para ajudar moradores de rua e famílias de baixa renda intitulado Armário Amigo em Cascavel foi interrompido após um motorista perder o controle da direção e destruir completamente o armário que ficava na Praça da Bíblia, em frente à Capitão Bebidas.

A iniciativa de acadêmicas do 1º ano do curso de Direito da Univel surgiu através de um estudo em que a desigualdade social que atinge Cascavel era o foco principal. E a população que já estava acostumada a passar pelo local e deixar suas doações está cheia de perguntas: “Toda semana eu saía de casa com alguma coisa, uma roupa, um par de calçado ou até alimentos não perecíveis para deixar no armário. Já estava acostumada a colaborar com o projeto e fiquei triste quando não vi mais o armário no local”, conta a colunista social Tânia Moraes.

Uma das idealizadoras do projeto, a jornalista Ana Queli Moraes afirma que pretende pôr o projeto para funcionar de novo: “Eu postei um vídeo na minha rede social para explicar o que aconteceu, porque as pessoas vão lá e eu tenho que dar uma explicação para os doadores”.

Segundo Ana Queli, o rapaz que causou o acidente prometeu que arcaria com os custos. “Nós estamos dando um tempo para que ele nos procure, mas não será por isso que o projeto vai acabar. O armário que foi atingido não tem conserto, precisará fazer outro do zero, mas temos muita gente que quer nos ajudar”.