Após intensas críticas de deputados da oposição e até da base, o governo do Paraná informou que vai pedir para a Sanepar a suspensão do reajuste de 9,62%, anunciado ontem.

Veja a íntegra da nota distribuída à imprensa no início da noite de hoje:

O governo do Paraná informa que vai pedir a suspensão da revisão das tarifas de água e esgoto autorizadas pela Agência Reguladora do Paraná (Agepar), e que passariam a vigorar a partir de novembro. O requerimento será encaminhado ao órgão regulador pela Procuradoria-Geral do Estado e sustentará que o reajuste compromete ainda mais o orçamento doméstico de grande parte da população, que já convive com a queda de renda em razão dos efeitos adversos da pandemia do novo coronavírus sobre o mercado de trabalho e também por causa da calamidade hídrica.