Amop se reúne nesta quarta para discutir restrições impostas pelo Estado

Videoconferência vai definir ações a serem adotadas pelos prefeitos da região

Apesar de ter dito que havia conversado com prefeitos e associações de municípios antes de anunciar o novo decreto que impõe quarentena em 134 municípios do Estado, o governador Ratinho Junior não antecipou a reação de parte dos gestores. No oeste, por exemplo, além do prefeito Leonaldo Paranhos adiantar que pretende recorrer e tirar a cidade do decreto, Toledo não parece que irá adotar as medidas e a própria Amop (Associação dos Municípios do Oeste do Paraná) convocou para a manhã desta quarta-feira (1º) uma videoconferência para discutir quais medidas os prefeitos podem tomar.

Cartão de Todos

O prefeito de Matelândia e presidente da entidade, Rineu Menoncin, o Texerinha, disse, em entrevista à Rede Costa Oeste de Comunicação, que os municípios foram surpreendidos com a decisão do governo estadual e falou da preocupação com a economia das cidades.

Contudo, o presidente da Amop relatou que os municípios deverão acatar a decisão do Estado, por receio de sofrerem alguma sanção.

Já o prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, disse na noite desta terça que pretende cumprir à risca o decreto estadual e, inclusive, os atrativos turísticos já informaram que fecharão as portas novamente, pelos 14 dias previstos na medida estadual.

Otica Central

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação