diego-aluno-ufrj-encontrado-morto.jpgRIO – Amigos do estudante de Letras da UFRJ Diego Vieira Machado, de 30 anos, encontrado morto há uma semana, participam da missa de sétimo dia na Paróquia Nossa Senhora de Copacabana, em Copacabana, na noite desta sexta-feira. Morte na UFRJ – 04/07

A missa tem a participação de dois estudantes da UFRJ que cantam os louvores. Heglan Moura, de 25 anos, e Bruna Matos, de 23, conviviam com a vítima e relembraram as características do amigo.

– Era uma pessoa muito querida, emanava arte e poesia. Não fazia mal a ninguém. Hoje estamos aqui porque queremos permanecer unidos nesse momento de dor – disse Heglan que assistia aulas com Diego.

Os amigos prepararam ainda duas canções especiais para relembrar a amizade com o jovem morto: Canção da América, de Milton Nascimento, e Noites Traiçoeiras, de padre Marcelo Rossi.

LEIA TAMBÉM:

Projeto piloto da prefeitura quer envolver famílias na discussão sobre homofobia

?Massacre em Orlando tornou evidente uma negação da homofobia?

Combate à homofobia inspira músicas, filmes, textos e obras de arte

Islã, um massacre e a homofobia

Esquina de papelaria tem histórico de homofobia em Laranjeiras

Super-Homem e Batman se beijam em grafite contra homofobia