As 216 Agências do Trabalhador do Paraná realizaram nessa terça-feira (21), uma ação exclusiva para marcar o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, batizada o Dia D. Vagas destinadas a este público foram disponibilizadas por empresas parceiras, que receberam os currículos para análise e encaminhamento para entrevista.

A ação da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho foi viabilizada por meio do Departamento do Trabalho e Estímulo à Geração de Renda e pelo Departamento de Políticas para a Pessoa com Deficiência.

O secretário Ney Leprevost destacou que a iniciativa é parte de outras ações de garantias dos direitos das pessoas com deficiência e beneficiários reabilitados do INSS. “O Dia D, de atendimento exclusivo para esses trabalhadores, ajudou a demonstrar que eles podem superar as próprias limitações e também fez com que as empresas enxergassem o potencial desses profissionais”, afirmou.

EMPRESAS PARCEIRAS – De acordo com a chefe do Departamento do Trabalho da Sejuf, Suelen Glinski, das vagas oferecidas pelas 216 agências no Estado, 350 estão sendo intermediadas pela Agência do Trabalhador de Curitiba. Mesmo com a ação, a intermediação pode acontecer ao longo da semana. “Na Capital, estamos com mais de 20 empresas fazendo as entrevistas para agilizar a contratação desse trabalhador com carteira assinada”, explicou.

O Dia D atraiu centenas de candidatos à Agência de Curitiba. “Moro com minha família e estou parado há três anos. Vim atrás de uma oportunidade de auxiliar administrativo ou recepcionista”, disse Erilis Gritten, de 26 anos. “É uma nova oportunidade, um facilitador para retornar ao mercado de trabalho”.

RELATÓRIO – De acordo com o relatório divulgado pela pesquisa Intermediação de Mão de Obra (IMO), do Ministério do Trabalho, de janeiro a agosto deste ano, o Paraná registra 4.053 postos de trabalho para pessoas com deficiência. As Agências do Trabalhador encaminharam 3.585 candidatos e 566 já estão trabalhando efetivamente.

Para acessar vagas nas Agências do Trabalhador, clique aqui.

 

Fonte: Agência de Notícias