Curitiba – Com quase 1,2 milhão de paranaenses que já receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19, a campanha volta a dar uma pausa no Paraná. Isso porque acabaram os estoques de vacinas para a primeira dose. Na maioria das cidades, apenas a segunda dose está sendo aplicada.

De acordo com o Vacinômetro da Secretaria de Estado da Saúde, até a tarde de ontem, 1.197.982 pessoas tinham recebido o imunizante, sendo que 263.410 já tiveram a dose de reforço.

O número equivale a 25% das cerca de 4,6 milhões de pessoas que compõem os grupos prioritários descritos no Plano Estadual de Imunização e abrange quase 10,8% de toda a população do Estado.

 

Reforço

Com a remessa de imunizantes recebidas do Ministério da Saúde na semana passada, o Paraná distribuiu no feriado da Sexta-Feira Santa as doses para serem administradas na população com idade de 65 a 69 anos, e para iniciar a vacinação das forças de segurança e salvamento e das Forças Armadas.

A maior parte do 11º lote que chegou ao Paraná, porém, é voltada para aplicação da dose de reforço em cerca de meio milhão de pessoas. Esses imunizantes estão armazenados no Cemepar (Centro de Medicamentos do Paraná) para serem distribuídos aos municípios conforme o prazo previsto para a aplicação de cada dose.

Vacinas furtadas

Doses da vacina contra o novo coronavírus foram furtadas em Terra Roxa. A Polícia Civil foi comunicada sobre o caso.

De acordo com o delegado Pedro Lucena, foram furtadas três doses da vacina no Posto de Saúde Central do Município.

A Polícia Civil abriu inquérito e está investigando o caso com o levantamento de possíveis suspeitos.

De acordo com o delegado, o crime se caracteriza como peculato.

Denúncias podem ser repassadas para a Polícia Civil de forma anônima pelo 197.