Quem é apaixonado por séries, filmes e vídeos não abre mão de buscar as melhores formas de assistir Netflix e Youtube, mesmo em TVs que não são Smart. As plataformas são extremamente populares aqui no Brasil. Porém, muitas vezes fica difícil ter de aproveitar os conteúdos apenas em uma tela pequena como a dos smartphones.

Mas, quando não há uma Smart TV em casa, como fazer para assistir tudo em uma tela grande? Como visualizar detalhes, cenas com alta resolução e contar com um sistema de som melhor, como na TV?

Fique tranquilo! Trouxemos dicas impressionantes para você curtir suas programações preferidas no conforto do sofá em sua própria TV. Vale ressaltar no entanto a importância de ter acesso à internet para rodar os conteúdos selecionados. Veja os recursos compatíveis que podem te ajudar nesse problema!

Utilizando cabo HDMI

Se não quer gastar muito, saiba que o cabo HDMI é uma das soluções mais baratas que poderá encontrar. Custando aproximadamente R$ 9,00, pode ser adquirido em sites de venda ou lojas físicas voltadas para serviços eletrônicos.

Basta conectar uma extremidade do cabo HDMI no computador e outra na entrada traseira do televisor. Em seguida, vá até o menu da TV e escolha a tela de HDMI onde conectou o dispositivo externo. Pronto!

Agora, abra o navegador do seu PC ou notebook e siga para a plataforma da Netflix ou do Youtube. Escolha o que deseja assistir e dê play. Caso haja alguma dificuldade com áudio ou mesmo o vídeo, desconecte o cabo, conte 3 segundos e reconecte-o.

Em televisores mais antigos não há entrada HDMI, ocasionando a necessidade de comprar um adaptador para isso.

Usando o Chromecast

Um dos dispositivos mais famosos para acessar Netflix, Youtube e outros aplicativos em TVs que não são Smart é o Chromecast. O dispositivo do Google tem formato muito semelhante a um pendrive. Não ocupa espaço e é facilmente acomodado na parte traseira ou lateral da TV.

Para plugá-lo corretamente, é necessário visualizar a entrada HDMI da TV e posicionar o aparelho lá. Excelente dica especialmente pelo manuseio que oportuniza com outros dispositivos. Ou seja, o usuário consegue acessar os aplicativos de streaming e vídeo no smartphone e espelhar no televisor. O que também é possível realizar com um computador.

Com objetivo de configurar o dispositivo, é importante usar a mesma conexão de wi-fi no recurso externo e Chromecast. Além disso, dá para voltar cenas, pausar e modificar o volume diretamente do aparelho celular. Graças ao Chromecast, é claro.

Que tal assistir pelo videogame?

Muita gente não sabe, mas uma das formas de assistir as plataformas populares é através dos videogames. Obviamente, os consoles mais antigos não têm a função para baixar aplicativos. Por outro lado, se você tem uma das alternativas abaixo, conseguirá acessar Netflix e Youtube através do aparelho:

  • Xbox 360;
  • Xbox One;
  • Playstation 3;
  • Playstation 4;
  • Wii;
  • Wii U.

Caso seu videogame seja mais novo ainda que essas opções, isso também não será problema. Contudo, há necessidade de obter conta online no videogame para compra de aplicativos, mesmo os canais sendo gratuitos. Isso ocorre devido a exigência de acesso à internet.

Através da Apple TV

Mesmo em TVs que não são Smart, há chance de ver séries, filmes e vídeos através da Apple TV. O dispositivo foi desenvolvido pela Apple com intuito de conectar consumidores em redes favoritas de streaming, internet e áudio.

O pequeno aparelho da Apple TV deve ser vinculado na televisão pela entrada HDMI disponível. A fabricante dispõe um controle remoto próprio para manipular a navegação frente ao televisor. Ou seja, neste caso não precisa utilizar o smartphone, tablet ou notebook para escolher o programa. A rede de wi-fi, por outro lado, é imprescindível para usufruir dos conteúdos.

Outro elemento que não pode faltar é uma conta no iTunes para configurar a Apple TV. Os preços do produto são um tanto salgados, mas é uma solução interessante.

Recorrendo ao aparelho Blu-Ray / Home Theater

Alguns equipamentos de mídia, DVD e Blu-Ray oportunizam caminho livre para sistemas inteligentes que tenham conexão com a internet. Isto é, centrais de mídia que viabilizam o download de aplicativos, como Netflix e Youtube.

Dessa maneira, o equipamento eletrônico torna-se até mesmo multifuncional. Garantindo a escolha entre assistir vídeos e filmes através de mídias físicas, como os DVDs, ou pelos apps.