A delegação do Paraná está a caminho do Rio de Janeiro para competir nos Jogos Escolares Brasileiros (Jebs), que começaram na última quinta-feira (28), no Rio de Janeiro (RJ) e terminam na semana que vem. A abertura oficial do evento foi nesta sexta-feira (30), na Arena 1, no Parque Olímpico (Barra da Tijuca).

A competição é promovida pela Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE) e o Ministério da Cidadania, por meio da Secretaria Especial do Esporte, responsável por custear todos os gastos da etapa nacional (transporte, hospedagem e alimentação).

Nesta etapa, participarão 215 atletas paranaenses, de 12 a 14 anos, e outros 40 técnicos e auxiliares técnicos que acompanharão os estudantes no desafio. Ao todo, a delegação conta com 284 pessoas que representarão o Estado nas 17 modalidades desta edição dos Jebs: atletismo, basquetebol, badminton, ciclismo, futsal, ginástica rítmica e artística, handebol, judô, karatê, natação, taekwondo, tênis de mesa, voleibol, vôlei de praia, wrestling e xadrez.

Na contagem regressiva está Eduardo dos Santos Sobrinho, 13 anos. Natural de Ponta Grossa, o estudante do Colégio Integração representará o Estado no Karatê – Kata. Ele treina desde os três anos. Apesar do nervosismo da viagem, declarou às vésperas da competição.

“Estou na contagem regressiva nos Jebs e darei o meu melhor para representar o nosso Estado”, disse.

DESPORTO ESCOLAR – Desde 2019 a delegação do Estado não participa de um evento da etapa nacional. Por isso, a coordenadora dos Jogos Escolares do Paraná, Márcia Tomadon Moreira, explica que o governo estadual realizou os Jeps, em agosto, visando a participação nos Jebs.

“Este ano os Jogos aconteceram de maneira simplificada, mas conseguimos apresentar todas as modalidades e hoje estamos aqui no Rio de Janeiro com a delegação completa”, disse.

Isso também só foi possível com a parceria entre o Governo do Estado, por meio da Superintendência Geral do Esporte, e a Federação do Desporto Escolar do Paraná (FDE-PR).

Para o presidente da FDE-PR, Clésio Prado, essa união de esforços entre as entidades possibilitou que os alunos que participaram da fase municipal disputassem as etapas regionais e nacionais. “Unimos esforços para que todo o sistema esportivo escolar tenha calendário, estrutura e se fortaleça”, explicou.

Outro ponto importante quanto à participação do Paraná nos Jebs refere-se ao histórico. O Estado já foi campeão duas vezes e seus atletas costumam conquistar bons resultados em modalidades individuais.

“Somos fortes no ciclismo e na ginástica rítmica. Agora que o evento terá também a artística, não temos dúvidas de que o Paraná conquistará muitas medalhas”, afirmou Márcia.

SERVIÇO – A estimativa é que essa edição dos Jebs reúna cerca de 7,5 mil crianças e adolescentes na faixa etária de 12 a 14 anos na Cidade Maravilhosa. As disputas das 17 modalidades servirão como seletiva em 10 delas para os Jogos Sul-Americanos Escolares. A programação pode ser conferida neste link.

O Paraná estreou nesta quinta-feira com a equipe de ginástica rítmica. Já a abertura oficial ocorrerá apenas no sábado, quando todos os atletas das modalidades estarão presentes.

(AEN)