OPORTUNIDADE!

Com mais de mil vagas, Governo reforça ações para juventude com novo mutirão de empregos

De janeiro a maio deste ano, o Paraná colocou 40.188 jovens em vagas de emprego por meio das Agências do Trabalhador

Agência do Trabalhador
De janeiro a maio deste ano, o Paraná colocou 40.188 jovens em vagas de emprego por meio das Agências do Trabalhador

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho, Qualificação e Renda (SETR), promove nesta quarta-feira (12) o Mutirão de Empregos da Juventude, com mais de 1 mil vagas para trabalhadores com idade entre 16 e 29 anos. A ação de empregabilidade voltada para quem busca o primeiro emprego, oportunidade de estágio ou espaço como jovem aprendiz será no Colégio Estadual São Pedro Apóstolo, na Rua Primeiro de Maio, bairro Xaxim, em Curitiba.

As 15 empresas que participam do mutirão possuem sede na capital paranaense e buscam profissionais jovens para ocupações nos setores de Serviços, Comércio e Indústria. Os interessados devem comparecer ao evento portando documentos pessoais com foto. Não há necessidade de comprovante de matrícula em instituição de ensino para o processo de seleção de estágio.

Para o candidato que busca uma vagea efetiva, e que não possui experiência em carteira, a sugestão é que apresente um currículo para o cadastramento no Sine (Sistema Nacional do Emprego).

As entrevistas serão realizadas entre 9h e 16h, mas as senhas de atendimento serão entregues até 12h. Em caso de grande procura, a SETR admite a possibilidade de encerrar a distribuição das senhas somente às 14h.

NÚMEROS – De janeiro a maio deste ano, o Paraná colocou 40.188 jovens em vagas de emprego por meio das Agências do Trabalhador. Na avaliação do secretário de Estado do Trabalho, Qualificação e Renda, Mauro Moraes, o desempenho da juventude paranaense no ranking de empregabilidade via Sine está ligada a ações específicas adotadas pelo Governo do Estado, como os mutirões para trabalhadores com idade até 29 anos e a grande oferta de cursos gratuitos de qualificação profissional.

“Somente em 2024, o Governo pretende formar 26 mil profissionais qualificados, que certamente irão se encaixar no mercado de trabalho, contribuindo com o crescimento surpreendente dos índices de empregabilidade da juventude no Estado”, afirmou.

Fonte: AEN