As empresas têm passado por um processo de transformação digital nos últimos anos, trazendo novos desafios para o mercado de trabalho brasileiro, incluindo a formação e preparação de profissionais para as chamadas “profissões do futuro”.

Pensando nisso, a XP Inc. irá começar seu programa de formação de profissionais digitais com a formação de uma turma de 300 pessoas no Curso de Desenvolvimento de Software Web oferecido pela Trybe, escola de tecnologia referência na formação de profissionais da área.

Ao final da formação, que tem duração de um ano, estudantes da turma passarão por um processo seletivo e poderão trabalhar na XP. A XP Inc. pagará metade da formação.

O programa tem como objetivo suportar o mercado brasileiro com a formação de profissionais digitais, além de possibilitar a inserção produtiva de centenas de brasileiros que não teriam acesso a esse tipo de educação.

“Desde o nosso IPO, em 2019, nossa companhia mais do que dobrou de tamanho. Éramos uma empresa com 2.500 colaboradores e encerraremos o ano com quase 2,5x. Somos hoje uma empresa capaz de cuidar de praticamente todo o ecossistema financeiro do cliente. Isso demanda o desenvolvimento de produtos e de muita tecnologia embarcada. Nossa necessidade em contar com profissionais de tecnologia é grande e só vai aumentar, além de acreditarmos que educação e desenvolvimento profissional fazem parte da estratégia da XP”, ressalta o CEO da XP Inc., Thiago Maffra.

Processo seletivo

Para se certificar de que as pessoas estudantes aprovadas para a Turma XP terão sinergia com a plataforma de investimentos, o processo seletivo padrão da Trybe ganhou uma etapa a mais. Além de formulário de inscrição, desafio prático (para o qual a Trybe oferece o material de estudo), testes online de raciocínio e uma entrevista virtual, pessoas interessadas também terão de responder a um questionário online de fit cultural da XP.

Com uma formação de alta qualidade, totalmente focada no sucesso profissional de estudantes, a Trybe usa uma metodologia própria e exigente no ensino de programação. São mais de 1,5 mil horas de estudo, com aulas online e ao vivo, com um mínimo de seis horas de atividades por dia, seguindo um currículo dividido em Fundamentos do Desenvolvimento Web, Desenvolvimento Front-end, Desenvolvimento Back-end, Ciência da Computação, Soft Skills e Metodologias Ágeis. Até julho deste ano, 92% das pessoas formadas pela escola estavam trabalhando em até 3 meses após a conclusão do curso. Mais de 140 mil pessoas já se inscreveram para estudar na Trybe.

“Buscamos deixá-los concentrados nos estudos, oferecendo o suporte financeiro necessário, além de um processo de mentoria específico com profissionais seniores da área de tecnologia da XP”, explica Marta.

A XP já era parceira da Trybe no programa gratuito que a escola oferece para empresas se conectarem e contratarem pessoas sendo formadas em uma das carreiras mais demandadas pelo mercado. De lá para cá, a XP Inc. já contratou mais de 20 pessoas formadas pela escola de tecnologia. Hoje, a rede da Trybe conta com mais de 100 organizações, sendo esta a primeira vez que a escola de tecnologia tem uma turma exclusiva dedicada a uma empresa.

Para a Trybe, a parceria reforça a qualidade da formação em desenvolvimento de software oferecida pela empresa e a sua proposta de se tornar a primeira escolha para profissões digitais da América Latina. “A criação da Turma XP está totalmente alinhada com a nossa missão e gerará oportunidades para a vida de centenas de pessoas”, diz Matheus Goyas, CEO e cofundador da Trybe.

Formação da Trybe

Sua metodologia própria de ensino é exigente: são 1,5 mil horas por ano, no mínimo, com seis horas de atividades por dia, que seguem um currículo dividido em Fundamentos do Desenvolvimento Web, Desenvolvimento Front-end, Desenvolvimento Back-end, Ciência da Computação, Soft Skills e Metodologias Ágeis, além de preparação para processos seletivos e conexões com oportunidades de trabalho. Para mais informações e se inscrever no processo seletivo, acesse o site da Trybe.