Moradores do Bairro Santa Cruz, em Cascavel, reclamam da falta de médicos e de remédios na UBS (Unidade Básica de Saúde). A aposentada Conceição Aparecida Mioto conta que o único remédio que consegue gratuitamente é o que controla sua pressão arterial.

Já a dona de casa Maria Lourdes Cabral pede mais médicos especialistas. Conforme ela, não há ginecologista: “Moro há 24 anos aqui e nunca ficamos tranquilos com a atenção dada à área da saúde. Sempre falta alguma coisa, nunca esteve 100%”, lamenta.

A Secretaria de Saúde garante que dois ginecologistas atendem na UBS do Santa Cruz, um de terça a sexta-feira pela manhã e outro nas quartas e nas sextas à tarde. Outros dois clínicos-gerais prestam atendimento segundas, terças e quintas-feiras de manhã, além de dois pediatras – uma delas está em licença-maternidade.