Uber poderá manter ?veículos autônomos? em San Francisco

300192997_1-11.jpgLOS ANGELES ? Os veiculos autônomos do Uber continuarão transportando passageiros por San Francisco, informou a companhia na sexta-feira, horas depois que promotores estatais ameaçaram levar o caso à Justiça caso o serviço não fosse suspenso de imediato. Em carta, os advogados do Departamento de Justiça da Califórnia exigiram que o Uber obtivesse uma permissão especial do estado se quisesse continuar com a prática. Do contrário, dizia a carta, a Promotoria Geral “buscará medidas cautelares”.

brde2

Embora não esteja fixado um prazo no documento, Melissa Figueroa, porta-voz dos reguladores de transporte da Califórnia, disse à Associated Press disse em sua mensagem que o estado tomaria ações no início da próxima semana caso o Uber não atendesse às solicitações.

Na última quarta-feira, o Uber iniciou um projeto-piloto com algumas caminhonetes Volvo com adaptações e equipadas com sensores que lhes permite virar, frear ou acelerar. Um motorista está agtrás do volante por medida de precaução.

As autoridades tiveram diversos encontros esta semana depois que o Departamento de Veículos Motorizados da Califórnia (DMV, na sigla em inglês)emitiu uma ameaça legal similar. O líder do programa de veículos autônomos da companhia, Anthony Levandowski, disse que esses encontros foram de conversações francas que o mantém firme em sua postura. Já os advogados estatais insistem que os carros do Uber são ” veículos autônomos” que necessitam de permissão para circular pelas vias públicas.

Levandowski disse que respeitosamente discorda, argumentando que o Uber não requer da mesma permissão que têm outras 20 companhoas que testam a tecnologia na Califórnia, pois os Volvo contram com condutores por trás do volante para supervisionar o desempenho dos carros. Isso significa, diz Levandowaki, que as caminhonetes Volvo não são ”veículos autônomos” sob a definição do estado. Levandowski comparou as capacidades do Volvo com as dos modelos Tesça que contram com a função de piloto automático, que lhes permite virar sem que uma pessoa toque no volante ou freie e acelere sem que o condutor pise nos pedais. Ele questiona o motivo pelo qual os milhares de Teslas que rodam pela Califórnia não precisam das mesmas permissões que o Uber.

A startup criada há sete anos não possui permissão explícita do Departamento de Veículos Motorizados da Califórnia para testar carros autônomos nas ruas. Mas a companhia colocou discretamente os automóveis nas ruas de São Francisco há pelo menos algumas semanas sem tornar isso público, possivelmente violando a ordem do DMV. O Uber informou que tem compartilhado sua perspectiva de que seus carros não se qualificam como autônomos no DMV.

O DMV da Califórnia exige que os provedores de veículos “autônomos” estejam registrados no estado, algo que Google, Mercedes-Benz, Nissan, Cruise (da GM) e Baidu já fizeram. As empresas são obrigadas a emitir relatórios quando os motoristas intercedem ou quando seus carros se acidentam. A Tesla Motors não apresenta nenhum desses relatórios e, de forma similar, acredita que não se enquadra nas regras válidas para os veículos.

brde2

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação