Curitiba – O Paraná registrou o menor número de novos casos de coronavírus desde novembro na semana de 18 a 24 de abril. Nesse período, foram registradas 14.508 novas pessoas contaminadas, segundo o Boletim Epidemiológico publicado domingo (25) pela Secretaria da Saúde. A última vez que o patamar de casos esteve abaixo da casa dos 15 mil foi na semana de 1º a 7 de novembro de 2020, quando foram registrados 11.151 casos. Os números levam em consideração a data das confirmações, e não a divulgação.

O Estado teve um pico no número de contaminados pelo vírus na 9ª semana epidemiológica de 2021 (de 28 de fevereiro a 6 de março), com 38.586 novos casos. Na sequência, os registros diminuíram por cinco semanas consecutivas, mas ainda são altos. A semana 10 (7 a 13 de março) teve 37.321 casos; a semana 11 (14 a 20 de março), 36.114 casos; a semana 12 (21 a 27 de março), 32.565 casos; a semana 13 (28 de março a 3 de abril), 21.511 casos; e a semana 14 (4 a 10 de abril), 18.957 casos.

Na 15ª semana, de 11 a 17 de abril, houve uma alta de 1,77%, aumentando o número de contaminados para 19.293. Finalmente, na 16ª semana epidemiológica, de 18 a 24 de abril, os registros voltam a apresentar retração, chegando aos 14.508 casos. O número representa queda de 24,8% com relação à semana anterior.

A redução é confirmada também pelo índice que apresenta a média móvel de casos por data de diagnóstico. No dia 24 de abril, a média móvel registrada foi de 2.072 novos diagnósticos. O número é 23,5% menor que a média dos 14 dias anteriores. A retração é interpretada como um reflexo das medidas de restrição aplicadas pelo Estado e pelos municípios.

A queda no número de casos foi observada em todas as macrorregionais do Paraná. A maior redução foi observada na Regional Leste, com 27,61% de decréscimo em relação à semana anterior, chegando a 6.531 casos. No entanto, esta também foi a única regional a apresentar alta entre as semanas 14 (8.058) e 15 (9.022).

Já as regionais Oeste e Noroeste apresentam queda pela sétima semana consecutiva. No Oeste, o decréscimo é de 26,15% desde a última semana, com 2.468 casos registrados. No Noroeste, a redução foi de 21,22%, com 2.324 novos casos.

Taxa de transmissão

Apesar do cenário mais positivo, a recomendação é de manter a precaução e continuar seguindo protocolos de segurança e distanciamento. Atualmente, a taxa de transmissão (Rt) do vírus no Estado, segundo o LEG/UFPR (Laboratório de Estatística e GeoInformação da Universidade Federal do Paraná), está em 0,95. Já o sistema Loft.Science aponta taxa de 0,92 para o Paraná.

Óbitos

Assim como o total de diagnósticos, o número de óbitos também vem apresentando retração no Paraná. A 16ª semana epidemiológica teve redução de 47,86% com relação à semana anterior. Foram 426 mortes por coronavírus registradas no Estado nesses sete dias.

Essa é a quinta semana consecutiva de redução no número de óbitos. O maior número registrado se deu na semana 11, com 1.553 mortes. Na semana 12, foram 1.521; na 13, 1.195; na 14, 984; e na semana 15, 817 mortes.

Com isso, a média móvel de óbitos também apresentou decréscimo: em 24 de abril, o índice registrava média móvel de sete dias de 60 óbitos. A redução é de 56,7% com relação com 14 dias antes. É a menor média móvel desde 8 de março (57), quando os números dispararam.

Boletim registra 2.246 novos casos e 86 óbitos

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nessa segunda-feira (26) mais 2.246 casos confirmados e 86 mortes pela covid-19 no Paraná. Os dados acumulados do monitoramento da doença mostram que o Estado soma 925.687 casos confirmados e 21.507 óbitos.

Os casos são de janeiro (24), fevereiro (13), março (59) e abril (2.098) de 2021, e o restante de 2020.

Ontem, havia 4.745 pessoas internadas em alas exclusivas para tratar covid-19, das quais 2.151 em UTI.

Das mortes, tratam-se de 26 mulheres e 60 homens, com idades que variam de 25 a 93 anos. Os óbitos ocorreram de 29 de novembro a 26 de abril de 2021.

O Brasil registrou ontem 1.139 óbitos causados pela covid-19, de acordo com dados do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde). Com os novos registros, sobe para 391.936 o total de mortes por complicações da covid-19.

O levantamento do Conass, que compila dados de secretarias de Saúde dos 26 estados e do Distrito Federal, apontou ainda 28.636 novos casos de covid-19 em 24 horas, com total de 14.369.423 registros desde o início da pandemia.

Paraná aplicou 529 mil vacinas na campanha De Domingo a Domingo

Curitiba – A Campanha De Domingo a Domingo foi criada pelo governo do Estado no dia 26 de março para acelerar a vacinação contra a covid-19 no Paraná. Desde então, 529.615 doses da vacina foram aplicadas nos fins de semana, uma média de 52 mil doses/dia. As datas consideradas para a análise foram os cinco fins de semana de 27 de março a 25 de abril.

“O Paraná foi um dos primeiros estados a incluir a vacinação aos fins de semana e essa campanha, sem dúvidas, já é um sucesso. Sem esse reforço, talvez essas doses não tivessem sido aplicadas tão rapidamente, principalmente para aqueles que não podem se deslocar até um ponto de vacinação durante a semana”, afirmou o governador Carlos Massa Ratinho Junior.

“Nossa principal arma contra esse vírus é a vacinação. Quanto mais paranaenses forem vacinados, estaremos mais perto de vencer a batalha”, acrescentou. Ao longo desse primeiro mês, 317 municípios do Estado aderiram à campanha e cada um deles realizou pelo menos uma ação de vacinação durante o fim de semana.

“A ideia da campanha é proporcionar a vacinação durante todos os dias da semana, para abranger o maior número de pessoas possível. Um mês após este lançamento já vacinamos mais de meio milhão de paranaenses em dez dias, este é o propósito do nosso Plano de Vacinação, fazer a vacina chegar até o braço das pessoas”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Vacinômetro

De acordo com os dados do Vacinômetro, até a tarde dessa segunda-feira, 2,4 milhões de doses da vacina contra a covid-19 já haviam sido aplicadas no Paraná, ou seja, mais de 21% desse total foi aplicado durante os fins de semana.

Corujão

Outra estratégia do governo do Estado para acelerar a vacinação no Paraná foi a criação, no dia 5 deste mês, do Corujão da Vacinação. A ideia é proporcionar a vacinação fora dos horários normais, disponibilizando atendimento até a meia-noite em algumas regiões.

Foto: Jonathan Campos/AEN

Cascavel continua vacinação do grupo de 61 anos

Cascavel – Segue nesta terça-feira (27) a vacinação contra a covid-19 do grupo de 61 anos completos ou mais, em Drive-Thru, pela Rua Fortunato Beber, 987, rua lateral do Centro de Eventos, em Cascavel.

A aplicação começa às 8h e segue até as 17h.

A Secretaria Municipal da Saúde orienta que os idosos levem documento de identificação com foto, CPF e comprovante de residência.

Nessa segunda, foram aplicadas 4.609 vacinas, sendo 1.815 de 1ª dose e 2.794 de segunda dose. Com os dados de ontem, Cascavel atingiu a marca de 52.074 pessoas vacinadas contra a covid-19, das quais 29.901 já receberam a dose de reforço.

Na Unioeste, ocorre a aplicação da segunda dose da vacina contra a covid-19, somente para idosos, das 8h às 17h.