Toledo trata com IAP sobre novo Aterro Sanitário

Toledo – O secretário de Meio Ambiente de Toledo, Neudi Mosconi, esteve em Curitiba esta semana para tratar de assuntos relacionados aos convênios entre o Município e a Secretaria de Estado do Meio Ambiente. No roteiro, estava uma reunião com a direção do IAP (Instituto Ambiental do Paraná) para tratar sobre a autorização ambiental para implantação das áreas emergenciais do Aterro Sanitário.

brde1

Em virtude do encerramento da capacidade de recepção de resíduos no atual aterro, uma licitação está em andamento: “A obra do novo Aterro Sanitário deve demorar de oito a 12 meses. Ou seja, com previsão de entrega para o fim de 2019. Por conta disso, fomos buscar autorização do IAP para utilizarmos como áreas emergenciais os antigos lixões para destinar os resíduos até o novo espaço estar disponível”, explica Mosconi.

Com a medida, segundo ele, será possível inclusive melhorar a condição desses espaços resolvendo alguns passivos ambientais, com a implantação de geomembranas.

Toledo vai receber R$ 2,5 milhões do Estado para a obra do aterro, com contrapartida de R$ 6 milhões do Município.


Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação