COTIDIANO

Territórios com opiniões extremas

05 de dezembro de 2017 às 11:33
Publicidade

Um dos principais projetos do plano de governo de Leonaldo Paranhos, o Território Cidadão chegou a sua terceira unidade na semana passada ao inaugurar mais um espaço na região do Bairro Santa Cruz. O primeiro foi inaugurado em fevereiro no Bairro Cascavel Velho.

O Hoje News foi às ruas ouvir o que a população pensa dos espaços que, de certa forma, descentralizam a administração e facilitam a vida dos moradores dos bairros que dependem de algum documento do poder público.

A cabeleireira Laura Fussiger, que mora na região do Cascavel Velho, diz que não viu mudanças. “Ficou a mesma coisa, não mudou em nada aqui, isso foi só pra acalmar o povo. O posto de saúde, por exemplo, que está integrado no Território só está com um médico”, diz.

Moradores do Bairro Interlagos, onde foi instalado a Território Cidadão II, aprovam o projeto. “Eu achei ótimo, maravilhoso o Território aqui no Interlagos, trazem médicos, tudo. O prefeito trouxe tudo de bom pra gente, a gestão está de parabéns” conta a manicure Anadir Oliveira de Sá.

Outra moradora não mede palavras nos elogios. “Eu gostei bastante, mudou nossa vida, mudou nossos bairros daqui da região, o Território veio em boa hora, à prefeitura está fazendo um ótimo trabalho” comenta Lúcia Ferreira Canolin. Esse Território foi lançado há pouco mais de seis meses na região norte.

Santa Cruz

Moradores do Bairro Santa Cruz, onde foi lançado o Território Cidadão III na semana passada, gostaram da novidade e estão na expectativa. “É muito importante à instalação, vou participar das ações”, diz a moradora Carmem Debian.

Silvana Prado achou importante o Território. “Muito legal isso aqui, ainda não participei das ações. Mas com o Território, a prefeitura dá acesso à população de vários serviços para facilitar nossa vida”, observa.

Esquecimento

Conforme um morador da região sul, as “atenções” do Município ficaram fortes no Cascavel Velho só nos primeiros meses e depois caiu no esquecimento. “Será assim nos outros também, o pessoal do Interlagos, do Santa Cruz estão felizes por que só estão no começo, depois vão ver, vão ser esquecidos como a gente”, opina o morador que pediu para não ser identificado.

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE