H) Billboard Internas (320X50)
H) Billboard Internas (970x250)

COTIDIANO

Terceirizada da Cettrans provoca transtornos

05 de março de 2018 às 11:18
Publicidade

Moradores de um edifício localizado no cruzamento das ruas Presidente Kennedy com Jorge Lacerda, no centro de Cascavel, tiveram um fim de semana cheio de transtornos por causa da “barbeiragem” de uma empresa de guincho que presta serviços para a Cettrans (Companhia de Engenharia de Transporte e Trânsito).

Na tarde de sábado (3), o caminhão-guincho estava sendo instalado no cruzamento das duas vias públicas um poste para a implantação do monitoramento de velocidade dos veículos que passam pelo local. O problema é que após o serviço concluído, o motorista do guincho enroscou o veículo derribou um poste que fica na parte interna do condomínio e arrebentou os fios que levam energia elétrica ao condomínio.

O dono do caminhão se comprometeu em resolver o problema, já que a Copel não instala postes provisórios. Neste caso, a responsabilidade em comprar e fazer o serviço seria de quem causou o problema e não da Copel.

Acontece que o caso não foi resolvido e os seis apartamentos ficaram sem energia elétrica a partir das 15h de sábado e o sistema só foi religado por volta das 19 horas de ontem.

Um eletricista foi chamado para fazer o trabalho interno no edifício, mas a Copel só fez a religação no sistema após insistentes pedidos dos moradores. Inicialmente o técnico afirmava que só poderia fazer a ligação caso tivesse um laudo técnico de um engenheiro. Depois de algum tempo, a companhia decidiu fazer a ligação na rede de distribuição.

Grandes prejuízos

Os moradores reclamaram dos prejuízos causados pela falta de energia. Além dos seis apartamentos, há três salas no edifício e em uma delas há vários freezers usados como depósito de sorvetes. O material descongelou e o prejuízo foi muito grande. Em outra sala, onde funciona uma barbearia, o profissional teve que dispensar os clientes na tarde de sábado e fechar o estabelecimento.

Responsabilização

A reportagem tentou contato com a Cettrans, mas o presidente da companhia, Alsir Pelissaro, estava hospitalizado na tarde de ontem e, por isso, não pode resolver a questão. O prefeito Leonaldo Paranhos disse que ainda hoje vai chamar a empresa que provocou o prejuízo para resolver o problema.

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

I) Internas lateral Desktop (300x600) - Revisado

PUBLICIDADE

K) Rodapé Internas (728x90) Desktop