Quem sonha em ver a Avenida Tancredo Neves bonita de novo vai ter que esperar mais um pouco. As obras de reurbanização receberão aditivo. Isso porque a entrega estava prevista para esta semana, mas ainda falta muita coisa a ser feita. Por isso, o engenheiro Marcos Almeida, da Secretaria de Obras e que fiscaliza a execução do projeto, prevê mais 60 dias para a conclusão dos trabalhos. Assim, a avenida vai ficar pronta só em janeiro de 2019.

“Estamos finalizando os detalhes da documentação e até dia 5 será publicado o aditivo. A prioridade agora é deixar a capa asfáltica pronta, assim como as estações do transporte público”, explica.

Como consequência do atraso, o novo sistema integrado de transporte coletivo vai começar sem a avenida pronta.

Marcos garante que não haverá problemas e que as obras vão seguir somente no canteiro central da avenida. As chuvas das últimas semanas contribuíram para o atraso.

BOX

Falta muita coisa

Na Avenida Tancredo Neves ainda falta concluir as quadras esportivas, a parte de paisagismo, fazer a academia ao ar livre, asfaltar rua nova, terminar a ciclovia e a pista de caminhada, construir sistema de retorno na Rua Mylla, colocar as placas de vidro nas estações, isso só para citar os trabalhos maiores. “Falta muita coisa. São muitos detalhes. Tem ainda a remoção de postes, a Copel demorou um pouco, mas estamos fazendo o possível para concluir a obra”, explica o engenheiro Marcos Almeida.

As obras da Tancredo são executadas pelo Consórcio Ecec-Diarc. Os trabalhos começaram em janeiro e desde então a avenida mais tranquila da cidade, cartão-postal de quem gosta de caminhadas e exercícios ao ar livre, transformou-se em um cenário de caos, bagunça e transtorno.

Estão sendo investidos mais de R$ 12,8 milhões para a reurbanização, que faz parte do PDI (Plano de Desenvolvimento Integrado) e recebe recursos do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) com contrapartida do Município.

Reportagem: Silvio Matos

Foto: Aílton Santos

Legenda:

Obras da Avenida Tancredo Neves ficarão prontas só em janeiro de 2019

>>>>