O secretário de Saúde de Cascavel, Thiago Stefanello, divulgou nota nesta sexta-feira (27) para informar uma série de ameaças e intimidações que vem sofrendo há semanas de “um conhecido empresário do ramo de autoescolas”, e justifica que está “tornando isso público caso algo venha ocorrer comigo ou minha família”.

Segundo relata, ele foi à Justiça devido aos ataques (foi chamado até de “bandido” e “assassino”) e o juiz Valmir Zaias Cosechen expediu medida liminar para que o agressor se abstivesse de difundir as acusações, sob risco de multa diária. Conta Thiago que, no último dia 24, recebeu sete áudios por WhatsApp em seu telefone particular. “Os áudios são em tom de ameaça caso os processos não sejam retirados”, informa, e faz outra denúncia: “Ainda, o mesmo encaminhou outros áudios, de pessoas da zona norte de São Paulo, que estariam a mando dele ameaçando outros cidadãos de Cascavel”. O secretário conclui a nota dizendo que, além de manter os processos, tomará novas medidas judiciais “em razão da reiteração das condutas ilícitas que continuam sendo cometidas”.