Reportagem: Cláudia Neis

Guaíra – O valor de royalties repassados aos 15 municípios lindeiros ao Lago de Itaipu, de janeiro a novembro deste ano, já é 31,28% maior que o do mesmo período do ano passado, o que, em valores, corresponde a R$ 136.762.533,61, injetados na economia da região. O total repassado este ano é de R$ 573.946.824,85.

A secretária-executiva da Amusuh (Associação Nacional dos Municípios Sedes de Usinas Hidroelétricas e Alagados), Terezinha Sperandio, explica que o aumento se deve à mudança completa do percentual destinado aos municípios, que passou a valer na metade do ano passado. “Esse aumento se deve ao aumento da alíquota, de 45% para 65%. Em julho de 2018, houve aumento sobre o valor principal destinado aos municípios e, em julho do ano passado, passou a ser repassado também sobre o valor referente ao dólar, assim, o aumento ficou completo e vem sendo recebido durante todo o ano pelos municípios, consequentemente, o valor repassado aumentou”, explica a secretária-executiva.

Ela cita ainda o aumento da cotação do dólar, moeda que Itaipu usa para o pagamento aos municípios. A moeda sofreu variações durante o ano, mas chegou a custar R$ 5,90, o que também contribuiu para o aumento dos valores repassados na compensação.

Estiagem

Terezinha ressalta que, apesar de os valores serem maiores que os do ano anterior, poderiam ser ainda melhores, não fosse pela estiagem. “Temos um agravante na Região Sul do País, com a estiagem severa registrada nos estados de Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. As hidrelétricas passaram cinco meses gerando o mínimo de energia, e, como o repasse tem base na produção, o valor poderia ter sido muito maior”.

Guaíra

Em Guaíra o repasse foi 65,24% maior. Isso porque, além de contar com os fatores já citados, o Município também teve aumento na alíquota, que em agosto do ano passado passou de 4,8% para 8%, como forma de compensação pelo alagamento do atrativo turístico de Sete Quedas para a formação do reservatório de Itaipu.

Novembro

O impacto causado pelo valor do dólar pode ser observado na diferença dos valores repassados em novembro deste ano em comparação com ano passado. O aumento é de mais de 16%. O dólar era cotado a R$ 4,0186 em novembro de 2019, contra R$ 5,780 agora, aumento de 43,83%.