COTIDIANO

Romulo Quintino irá presidir CPI que investigará o Cisop

29 de junho de 2015 às 18:27
Publicidade

Cascavel – A Câmara de Vereadores de Cascavel definiu, após a sessão de segunda-feira (29) o presidente, o relator e o secretário da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que investigará supostas irregularidades no Cisop (Consórcio Intermunicipal de Saúde do Oeste do Paraná).

O vereador Romulo Quintino (PSL) é o presidente, Jorge Bocasanta (PT) o relator e Jaime Vasatta o secretário. Os trabalhos devem durar 90 dias, mas podendo ser prorrogados por mais 120. 

Nesta terça-feira (30), os vereadores voltam a se reunir para decidir quais os documentos serão solicitados ao Cisop e também quem será ouvido pela CPI. De acordo com Romulo Quintino, é necessário que os vereadores tenham, de antemão, os dados de atendimentos e destinação dos recursos do Consórcio, que atende 25 municípios.

Em entrevista, Romulo ainda fez um apelo ao presidente do Cisop e prefeito de Diamante do Sul, Darci Tirelli, para que reveja a sua posição, mantida até o momento, de obstruir o acesso às informações do consórcio.

O relator da comissão Jorge Bocasanta também espera maior compreensão por parte do consórcio.

“Essa dificuldade de ter acessos a informações do Cisop é relativa. O que queremos é fazer o nosso de trabalho da melhor maneira possível”, disse Bocasanta.

O vereador petista, que é médico do sistema municipal de saúde, afirmou que o objetivo da CPI é identificar os problemas e apontar as soluções.

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE