Remadores da Nova Zelândia ficam surpresos com tempo gasto entre vila e a Lagoa

20160801_201723.jpgRIO – A delegação de remo da Nova Zelândia, uma das favoritas na modalidade na Olimpíada de 2016, não apresentou críticas à Lagoa Rodrigo de Freitas até aqui, palco das competições de remo e canoagem nos Jogos. Os atletas mostraram desconforto, no entanto, com o tempo gasto no deslocamento da Vila dos Atletas, na Zona Oeste da cidade, até o Estádio de Remo, na Zona Sul.

Unimed

mobilidade 01/08? Tivemos alguns longas viagens de ônibus, o que não é o ideal. A pior viagem durou duas horas. Nos últimos dias, vem sendo mais constante, por volta de 50 minutos, às vezes chega a 1h, 1h30m ? afirmou o remador Mahé Drysdale, ouro em Londres-2012 no Single Skiff, durante entrevista coletiva nesta segunda-feira.

Usualmente, o remo sequer é disputado na cidade-sede dos Jogos, o que faz os remadores ficarem em alojamentos diferentes do restante das delegações, em outra localidade. No caso do Rio, as provas acontecerão no Estádio de Remo da Lagoa, o que levou atletas da modalidade, muitos de forma inédita, a optarem pela Vila dos Atletas.

‘VOCÊ APRENDE A TER PACIÊNCIA’

O trajeto entre Vila dos Atletas e Lagoa é coberto quase todo pelas faixas olímpicas abertas pela Prefeitura para acelerar o deslocamento das delegações. Mas a distância grande e eventuais engarrafamentos pegaram alguns times de surpresa. A equipe do Brasil, por sua vez, optou por se hospedar em um hotel em Copacabana, na Zona Sul do Rio, de modo a ficar mais perto da Lagoa. A equipe de canoagem velocidade, que conta com o baiano Isaquias Queiroz, esperança de medalha em três provas, também se hospedará em Copacabana.

Mais cedo, nesta segunda-feira, a remadora neozelandesa Zoe Stevenson havia usado o Instagram para lamentar o tempo gasto no deslocamento até a Lagoa ? embora destacasse que a beleza natural do Rio, de certo modo, compensa a dor de cabeça.

Instagram Nova Zelandia Transito

“Fato menos conhecido das Olimpíadas: você pode gastar MUITO tempo no ônibus. Mas com esse visual, quem está reclamando?”, escreveu a atleta

Drysdale também não pareceu totalmente incomodado com o tempo gasto no deslocamento até a Lagoa, lembrando que seus principais adversários de outros países também se hospedaram na Vila e, portanto, estão sujeitos às mesmas condições.

? Só fazemos essa viagem uma vez por dia. Essas coisas não nos afetam. Nos Jogos Olímpicos, você aprende a ter paciência ? brincou Drysdale.

JK

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação